Uma Incursão À Cabalá: O Caminho Para A Harmonia Geral

laitman_222_0A Cabalá é uma ciência como todo o resto das ciências que percebemos neste mundo. Muitas gerações têm trabalhado duro para desenvolvê-la, consolidando e moldando-a no sistema geral de um conhecimento muito difícil, porque esse conhecimento é sobre o sistema de gestão que está num nível superior ao nosso mundo.

Nós podemos facilmente gerir a natureza inanimada, vegetal e animal, porque elas estão abaixo do nosso nível, embora, em princípio, estejamos todos no mesmo mundo. E o degrau acima dele sobre o qual a sabedoria da Cabalá fala, é o nível do mundo superior, e lá há leis que não sentimos aqui, e novas regras gerais operam lá que não são completamente conhecidas por nós.

Os Cabalistas, em escritos como o Talmud Eser SefirotO Livro do Zohar e outros, oferecem alguma explicação sobre os mundos superiores. Eles escreveram esses livros para si mesmos, porque é muito difícil para uma pessoa entender o sistema superior sem alcançá-lo.

Assim, por exemplo, é impossível dizer aos animais sobre as nossas vidas, e mesmo que tenhamos muitas coisas em comum com eles, porque estamos no nível animal como eles, não há nenhuma razão para explicar aos nossos pequenos irmãos como nós vivemos. De qualquer forma, eles não entenderiam.

Portanto, os Cabalistas sequer tentavam explicar como o mundo superior é organizado, uma vez que isso exige conexões sensoriais e intelectuais completamente diferentes. Não é um nível superior que pode ser adicionado através de todos os tipos de esquemas, computadores e dispositivos. Pelo contrário, é um sistema completamente diferente que não temos.

Para despertar a criação deste sistema em nós, os Cabalistas nos sugerem atrair energia do mundo superior e usar suas características. Então, sob sua influência direta, começamos a descobrir essas características dentro de nós e a sentir outra realidade. Com estes sentimentos, uma imagem do mundo superior é formada, e a compreensão do sistema que controla o nosso mundo.

Aqui começa a busca: O que a sabedoria da Cabalá nos dá? Que sinais nós obtemos do sistema superior de gestão do nosso mundo? Como a pessoa deve reagir a isso? Como é possível entrar em contato com o mundo superior? Se este é o sistema de controle de nosso mundo, nós podemos voltar e influenciá-lo? Nós podemos controlar nosso destino, tudo o que acontece conosco?

Primeiro de tudo, a Cabalá nos permite entender o que a gestão (governo) superior quer de nós, de acordo com qual plano ela opera. Nós sentimos o nosso mundo como o espaço que nos rodeia, sentimos várias mudanças dentro de nós e no mundo, mas não sabemos o que vai acontecer no momento seguinte, para onde as forças de gestão estão nos empurrando. Nós sempre tentamos esclarecer corretamente o que está acontecendo conosco, o que a natureza quer de nós, mas estamos sempre errados. Nossas vidas não melhoram.

Conforme o nosso desenvolvimento, um vazio aparece em nós. Costumava ser que apenas tentávamos organizar a nossa vida espiritual, familiar e social, mas hoje as pessoas têm perguntas mais profundas: para que estamos vivendo?

Nós vemos o quanto os jovens estão separados de seus pais. As pessoas não querem constituir família. Elas questionam o sentido da vida e não encontram uma resposta. Portanto, é difícil viver, não faz sentido, não há incentivo.

Aqui a sabedoria da Cabalá revela a imagem do que está acontecendo no mundo agora, como somos geridos, e que resposta a natureza espera de nós com seus sinais. Ela revela um retrato dos nossos estados futuros e nos mostra como eles podem ser alcançados: pelo sofrimento ou pelos nossos esforços corretos.

Portanto, a sabedoria da Cabalá vem como uma ciência muito prática e relevante para o nosso tempo. Nós estamos começando a entender por que ela esteve escondida por tantos anos. A humanidade não precisava dela. As pessoas estavam ocupadas progredindo em suas vidas; elas estavam interessadas ​​apenas com seu próprio bem-estar e nada mais. Elas estavam satisfeitas com o nível animal.

Mas a nossa época é especial para a revelação da Cabalá, que começou quando o mundo começou a se tornar redondo e foi revelado como integral e interconectado, interdependente e comum. E nós não podemos lidar com este mundo, porque estamos organizados de acordo com o princípio linear de “dar e receber”.

Nós não entendemos a nossa dependência mútua, porque isso está acima do nível físico. Nós não conhecemos nossa conexão entre os níveis inanimado, vegetal e animal da natureza.

Nós não sabemos como eles estão conectados entre si, complementando-se, e em equilíbrio. Talvez possamos imaginar isso, mas não está em nossa sensação imediata, e certamente não está nos sentimentos da sociedade humana.

Enquanto todo mundo vivia em seu canto (trabalho, casa, família), tudo estava bem. Mas a partir de meados do século passado, o mundo começou a se fechar. De repente, descobrimos uma imagem totalmente diferente: a dependência mútua. Mas nós ainda não podemos trabalhar com ela.

Nós vemos choques constantes em diferentes países, o colapso da família. As famílias estão se separando, os filhos se afastando de seus pais, etc. A sociedade está se desintegrando. Tudo isso é porque estamos tentando aplicar as antigas leis da sociedade humana nas novas condições atuais.

Nós estamos num sistema completamente diferente de conexão entre nós, enquanto que dentro de nós este sistema não existe. Aqui, a sabedoria da Cabalá aparece e explica como construir este sistema.

O fato é que o mundo superior é construído sob as condições da interconexão geral, plena e absoluta, e se corrigimos a nós mesmos integralmente e nos unimos, podemos senti-lo e entender de que maneira é possível cooperar mutuamente de forma correta, para organizar nossas vidas corretamente. Além disso, também vamos começar a sentir outra realidade fora do nosso mundo.

Então, todo o espaço vai se abrir, e vamos nos sentir como existindo eternamente, não apenas em nosso corpo animal, mas interconectados num único sistema unificado chamado Adão. Este é o estado que devemos alcançar.

Assim, a chave para a felicidade eterna existe em revelar o sistema de gestão do mundo superior. Ele existe aqui, ao nosso lado, embora não tenhamos os sentidos para senti-lo. Nossos sentidos corporais (animais) da visão, audição, olfato, paladar e tato são suficientes apenas para um pequeno fragmento da imagem geral de criação. Portanto, a sabedoria da Cabalá descreve o nosso nível como o nível animal.

Mas agora nós começamos a sentir a necessidade de manifestar um nível superior de existência. Nos seres humanos há questões sobre o sentido da vida, a sua origem e o que acontece após a morte. No entanto, a incapacidade de encontrar respostas a estas perguntas nos leva à depressão e ao desespero. Mas o fato de que tais questões surgem apenas em nossa geração é bom. Por isso, ela tem merecido a revelação da Cabalá.

Continua…

Das Convenções em Odessa, “No Círculo da Unidade” 16/10/15, Lição 1

Comente