Corrigir Os Desejos Da Humanidade

laitman_557A Torá, “Números”, 16:39-19:40: O sacerdote Eleazar juntou os incensários de bronze que tinham sido apresentados pelos que foram consumidos pelo fogo. Os incensários foram batidos e serviram de revestimento do altar, como o Senhor tinha dito por meio de Moisés. Isso foi feito como memorial para os israelitas, a fim de que ninguém que não fosse descendente de Arão, queimasse incenso perante o Senhor, para não sofrer o que Corá e os seus seguidores sofreram.

Corá (Coré ou Korach) e sua congregação são forças dentro de uma pessoa que expressam nossos atributos internos. Cada pessoa mencionada na Torá reflete um determinado atributo único no corpo geral de uma pessoa.

A Torá, “Números”, 16:41-16:42: No dia seguinte toda a comunidade de Israel começou a queixar-se contra Moisés e Arão, dizendo: “Vocês mataram o povo do Senhor”. Quando, porém, a comunidade se ajuntou contra Moisés e contra Arão, e eles se voltaram para a Tenda do Encontro, repentinamente a nuvem a cobriu e a glória do Senhor apareceu.

Tudo o que acontece é necessário para acarretar a revelação do Criador. Mesmo a rebelião de Corá e sua punição aparente, a ocultação da parte em Malchut que não pode estar no nível de Aarão, e a rebelião do povo, são a revelação de todos os desejos do nosso corpo comum e sua correção.

A congregação dos filhos de Israel, que significa todos os desejos não corrigidos, diz a Moisés e Aarão: “Vocês mataram o povo do Senhor”, porque essa é a forma como eles se sentem. É porque eles se comparam a Corá e seus parceiros, enquanto Moisés e Arão são princípios morais muito elevados ao quais os nossos desejos interiores que são chamados de povo simplesmente não podem concordar. É realmente assim que ocorre a correção dos desejos, e o Criador é revelado.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 27/05/15

Comente