Corrigindo A Alma Geral

Laitman_117Torá, “Números”, 17:09-17:11: Então Moisés tirou todas as varas de diante do Senhor a todos os filhos de Israel; e eles o viram, e tomaram cada um a sua vara. Então o Senhor disse a Moisés: Torna a pôr a vara de Arão perante o testemunho, para que se guarde por sinal para os filhos rebeldes; assim farás acabar as suas murmurações contra mim, e não morrerão.

E Moisés fez assim; como lhe ordenara o Senhor, assim fez.

Inspecionar a vara é a adaptação aos atributos da alma geral, sem os quais é impossível avançar.

O movimento espiritual é baseado em primeiro lugar na análise do que está acontecendo e, depois, na sua correta aplicação. Essa é a razão que está escrito: “viram” e “tomaram”, o que significa que concordaram e continuaram.

Torá, “Números” 17:12-17:13: Então falaram os filhos de Israel a Moisés, dizendo: “Eis aqui, nós expiramos, perecemos, nós todos perecemos. Todo aquele que se aproximar do tabernáculo (Mishkan) do Senhor, morrerá; seremos pois todos consumidos?”

O fato é que a pessoa não vê como esses desejos vão ser revelados no estado corrigido, já que agora eles são revelados na forma oposta contra a unidade.

Nós não entendemos que nenhum dos desejos e atributos que existem em nós foi criado em vão. Todos eles passam por correção, e o problema está apenas na sequência em que aparecem.

Esta é a razão de termos que examinar a sequência com a qual tudo é organizado e por que isso é tão complicado. Isso é porque toda a questão não é que você é hoje e eu amanhã, mas que a sequência nos revela o esquema geral, a estrutura da alma geral e como estamos conectados um ao outro.

Isso evoca o conhecimento e a realização em nós, e o sentimento de que somos parte do esquema geral, e começamos a compreender como ele funciona. Isto significa que nós podemos influenciá-lo por muitos parâmetros e ver como ele muda.

O escrutínio de quem eu sou, e depois você, e depois outro, e assim por diante, simboliza essa sequência. É assim que o pensamento principal é revelado, o pensamento do Criador, a base da realização do mundo superior. Não é a correção pessoal de uma pequena parte, desejo, ou atributo, mas a conexão mútua. Esta é a razão de que nem tudo é tão simples.

Vamos supor que nós temos um milhão de componentes de um determinado dispositivo: capacitores, resistores, transistores, etc. Como nós podemos reuni-los em tal esquema em que eles formariam um motor perpétuo? Essa é a coisa mais importante, a conexão mútua.

Portanto, todos os conflitos que os filhos de Israel têm são, na verdade, sobre a sua adesão. O que se entende por “corrigir-me?” Descubra onde está o seu lugar no esquema geral de modo que você saiba como deve se parecer, a fim de estar junto com os outros.

A correção não pode ser de certa pessoa ou determinado atributo, mas uma que seja a soma de toda a alma, porque no fim da ação mútua integral ela está totalmente conectada a todos.

Agora, as partes essenciais são escolhidas de toda a pilha que é a alma geral após a quebra. Essas partes vão passar para o lado, e outras vão segui-las. Estas irão se avançar parcialmente, etc., e assim, gradualmente, a alma é reunida, um grande número de desejos, atributos e intenções.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 27/05/15

Comente