“Prefeito Alemão Culpa Israel Pela Crise De Refugiados Da Síria”

Dr. Michaell LaitmanNas Notícias (Jerusalem Post): “O prefeito Social Democrata de Jena, Albrecht Schröter, acusou na sexta-feira a Israel de responsabilidade parcial pela crise de refugiados da Síria e exortou o ministro das Relações Exteriores da Alemanha a ‘mostrar menos restrição” em relação ao Estado judeu. …

“Schröter disse ao jornal Thüringische Landeszeitung, em conexão com a crise dos refugiados na Síria: ‘A política dos EUA de hostilidade contra o Islã traz seus frutos”. Ele pediu que o seu partido e seu ministro das Relações Exteriores Frank-Walter Steinmeier mudem o papel da Alemanha no conflito do Oriente Médio. A Alemanha deve romper a restrição em relação a Israel como um Estado ocupante’. …

“O outrora obscuro prefeito de Jena, uma cidade universitária com cerca de 110.000 habitantes, causou polêmica em 2012 quando pediu um boicote arrebatador aos produtos israelenses. Ele participou da petição da organização de ajuda católica anti-israelense Pax Christi que pedia o boicote de bens de Israel. Kevin Zdiara, o então deputado representante da Sociedade de Fraternidade Alemanha-Israel em Erfurt, a capital do estado da Turíngia, onde Jena está localizado, disse que a ação de Schröter recordou o slogan nazista: ‘Não compre de judeus’!

“O Post enviou uma consulta de imprensa a Schröter buscando um comentário.

“Em 2012, Schröter disse: “Rejeito firmemente a acusação maliciosa de antissemitismo contra mim'”.

Meu Comentário: Não há dúvida de que todos os problemas, dos pequenos aos grandes, vão ser dirigidos a Israel e aos judeus por uma razão: a situação do mundo depende da nossa unificação num único conjunto, e o método de unificação do mundo é a sabedoria da Cabalá. O povo de Israel dominou essa sabedoria mais de 3.500 anos atrás. Assim, no momento que é ruim para o mundo, eles instintivamente culpam os judeus. E para corrigir isso só é possível através da utilização do método da unidade, começando entre os próprios judeus e depois disso, se espalhando por todas as nações do mundo.

Comente