O Fim De Um Mundo Sem Fronteiras

Dr. Michael LaitmanNas Notícias (Wall Street Journal): “Essa deveria ser a Era Sem Cercas. Sem paredes entre blocos. Sem fronteiras entre os países. Sem barreiras ao comércio. A isenção do visto de turismo. O mercado único. A Internet global. Transações sem atrito e intercâmbios sem emenda…

“Nós construímos um mundo sem cercas no conjunto errado de suposições sobre o futuro. Nós queríamos uma nova ordem liberal – uma com um monte de liberalismo e não um monte de ordem. Nós queríamos ser uma civilização generosa sem fazer as coisas necessárias para ser uma próspera…

“O resultado é a nossa desordem global metastatizante. Isso só vai piorar. A graciosidade que os alemães têm mostrado a primeira onda de refugiados é uma homenagem ao senso de humanidade e história do país. Mas, assim como a calorosa recepção está destinada a criar um ímã irresistível para futuros imigrantes, ela também está obrigada a causar uma reação entre os alemães…

“De repente, há uma conversa na Europa sobre como usar o poder militar para estabelecer zonas de segurança na Síria para conter o êxodo de refugiados…

“A alternativa é para apressar o retorno à era de cercas. A abertura é uma virtude adquirida por meio da força”.

Meu Comentário: Um mundo aberto só pode existir entre aqueles que estão abertos um ao outro. É impossível trazer uma pessoa para sua casa ou país, sem reeducá-la de ser um egoísta a um amigo e, especialmente, não em massas de estrangeiros que se recusam a aceitar as regras dos proprietários. A Europa está se aproximando da compreensão de que no mundo global, há a necessidade de se aproximar uns dos outros pela reeducação de si mesmos e dos imigrantes. O Criador (a lei geral da natureza) forçará todos nós a levar o novo mundo global a uma única religião: “Ama o próximo como a ti mesmo”.

Comente