No Limiar De Uma Terceira Intifada – Parte 7 “Guerras Cibernéticas Com Terroristas”

Quando uma pessoa estuda a sabedoria da Cabalá, ela aprende sobre a estrutura do sistema global do mundo, sobre a rede que conecta todos nós e de que forma podemos influenciá-la, quais são as nossas ações mais efetivas em relação a ela e como o povo de Israel pode despertar uma resposta positiva em relação a si próprio por parte dos povos do mundo, e assim por diante.

Isto é puramente uma questão técnica que depende apenas da conexão e unidade entre nós. Através disto, nós influenciaremos o sistema geral de forma positiva, e isso inclui os terroristas

Pergunta: É isto um pouco como uma guerra cibernética onde nós penetramos nas profundezas do sistema e inserimos vírus nas cabeças dos terroristas para acalmá-los?

Resposta: Certo, e agora essa dependência tornou-se revelada claramente. Esta estrutura é permanente e existe todo o tempo. No entanto, hoje, estamos entrando em um novo período em que esta rede é revelada diretamente na questão, e, de repente, descobrimos que todos estamos conectados.

Assim, as pessoas do mundo estão forçosamente começando a insistir para que o povo de Israel realize a sua função.

Pergunta: O que mais querem de nós? Árabes vêm para nós com facas, enquanto, sob o fogo, o exército israelense ajuda os necessitados nos seus territórios durante as operações militares, e depois toda a Europa nos culpa. De que maneira devemos ser culpados?

Resposta: Nós somos os culpados por apenas uma coisa: Não estamos trazendo o método de conexão e unidade para o mundo. Todo o resto não é considerado. É como se nós não tivéssemos feito nada. Podemos dar ao mundo cada prazer e tudo de bom. Sabe-se que Israel é uma nação altamente tecnológica, e os judeus estão trazendo mais descobertas científicas e invenções para o mundo do que qualquer outro povo.

Mas ninguém entende isso, porque temos de dar ao mundo algo mais. O mundo está esperando o método de conexão e unidade de nós. Ele não pode existir sem isso, e tudo isso está em nossas mãos. Eles nos odeiam só por esta razão.

Os terroristas que vêm para nós com facas são geridos pelas mesmas forças da natureza que nós não contrabalançamos de mal a bom. Não há escolha. Temos de transmitir o método de conexão e unidade para o mundo. O terrorismo continuará enquanto não fizermos isso..

[168028]

Do Programa Israelense de Rádio 103FM 11/10/15

Material relacionado:

No Limiar De Uma Terceira Intifada – Parte 6 “Túneis Sob Todo O Mundo”

No Limiar De Uma Terceira Intifada – Parte 5 “Nenhum Inimigo Externo Permanecerá”

No Limiar De Uma Terceira Intifada – Parte 4 “A salvação está em nossas mãos”

Comente