Como Podemos Mudar A Situação Em Israel: Guerra de Guerrilha

Comentário: Ao longo da história do povo judeu, tem havido contínuas guerras, ataques terroristas, etc.. Esses eventos não se complementam e acumulam, mas estão constantemente em movimento em diferentes direções. A operação Margem de Proteção não terminou há muito tempo e, de repente, somos confrontados com ataques terroristas individuais, o que é um problema muito mais grave. Você não sabe para onde correr, porque eles vêm inesperadamente.

Resposta: Estamos enfrentando o que é muitas vezes chamado a guerra de guerrilha, que é muito pior do que a guerra normal, porque você é mais fraco contra ela. Você não pode lutar contra ela com um exército regular e os policiais também são impotentes. Embora eles tentem estar em toda parte, é impossível prever onde um indivíduo terrorista vai aparecer com uma faca, um martelo, um machado, ou pedras no bolso.

O principal objetivo dos terroristas é espalhar o medo e, portanto, afirmar o poder sobre nós. Esta é uma ideologia claramente verificada que inclui uma preparação cuidadosa de jovens, que podem ser facilmente atraídos para uma armadilha ideológica e rapidamente enviados para realizar a sua missão. Ainda mais, estes não são indivíduos anarquistas individuais, mas os jovens que realizam o plano do ISIS.

O ISIS é um movimento ideológico muito forte e sério, com bilhões de dólares. Eles têm um enorme exército, um monte de soldados armados equipados com todos os tipos de armas.

Eles têm equipes de especialistas em informática, ideólogos, economistas e advogados. O fato de que esta organização não tem uma estrutura de estado está a trabalhar para a sua vantagem.

A estrutura supranacional, que hoje, como o câncer, está se infiltrando em muitos países do mundo. Podemos ver como ela está gradualmente penetrando na Europa e está começando, calma e indiretamente, a expressar demandas aparentemente inocentes: “Dê-nos a comida, um subsídio, um lugar onde podemos orar”. O seu principal objetivo é o de aumentar o número de refugiados entre as populações locais. No momento em que o seu número cresce para mais de 10% da população, eles começarão a exigir que todo o país obedeça-os, e se não, eles usarão a força.

Mas estas são todas as ações invasivas e são a razão que os torna tão temidos, como na Rússia, por exemplo. É porque a psicologia única do povo russo será atraída para isto, especialmente onde há vastas áreas como Tatarstan, Chechênia e outros que são muito influentes e penetram todos os setores da sociedade.

Eu acho que isso obrigou os russos a intervirem na situação da Síria. Não tanto como o desejo de ocupar suas bases para enfrentar os norte-americanos, mas pelo medo de que essa ideologia possa começar a brotar na Rússia.

Mas, certamente, haverá problemas aqui em Israel, como resultado da participação da Rússia no Iraque e na Síria, porque os imigrantes já estão começando a fluir a partir daí. A Rússia irá forçá-los a se espalhar pelo mundo, trazendo-os assim mais perto de nossas fronteiras. O que está acontecendo em nossas ruas agora é o resultado desse processo político.

Se olharmos para as camadas mais internas, a raiz onde o problema tem origem, vamos aprofundar as estruturas finas e delicadas do mundo, que nos dizem por que os seres humanos são controlados pela natureza numa extensão tão grande, por que estamos em tais conflitos psicológicos e ideológicos, e por que esta é a maneira que resolvemos os nossos problemas. É o nosso trabalho descobrir isso.

[168083]

De KabTV “A Atual Situação De Emergência Em Israel” 14/10/15

Comente