A Geração Do Deserto

laitman_747_01A Torá, “Números”, 16:1-16:3: E Korach (Coré, Corá), filho de Izar, filho de Coate, filho de Levi, tomou consigo a Datã e a Abirão, filhos de Eliabe, e a Om, filho de Pelete, filhos de Ruben. E levantaram-se perante Moisés com duzentos e cinquenta homens dos filhos de Israel, príncipes da congregação, chamados à assembleia, homens de posição.

E se congregaram contra Moisés e contra Aarão, e lhes disseram: Basta-vos, pois que toda a congregação é santa, todos são santos, e o Senhor está no meio deles; por que, pois, vos elevais sobre a congregação do Senhor?

A ideia é que os líderes da comunidade queriam alcançar o mesmo nível que Moisés tinha atingido, não se livrar dele.

Midrash Raba, capítulo semanal de “Korach”: O que a nação judaica atingiu sob a sua liderança? Por causa de você a vida se tornou muito mais difícil do que no Egito. Nós estamos pagando uma contribuição aos sacerdotes e um dízimo aos levitas e, além disso, os sacerdotes recebem 24 presentes diferentes de nós. Além disso, a cada ano 15.000 judeus morrem no deserto.

Não basta para você, Moisés, ter o controle completo? Por que você deu ao seu irmão o posto de sumo sacerdote! Nesse meio tempo, nenhum de vocês tem qualquer direito de se declarar chefe da congregação, cujos membros são santos e entre os quais a Divindade habita.

Korach e seus homens estavam tão furiosos que estavam prontos para apedrejar Moisés e Aarão.

É assim que uma rebelião egoísta interna é revelada numa pessoa. Atributos que dizem que é possível alcançar a equivalência completa com o Criador aparecem, não através dos atributos de Moisés e Aarão, mas de outra maneira que é melhor e mais curta, sem nenhum esforço especial.

Quinze mil homens morrem no deserto a cada ano, e é natural porque toda a geração do deserto deve morrer. Só a nova geração que nasceu lá vai entrar na terra de Israel.

Portanto, os desejos da pessoa – chamados de Korach, Datã e Abirão, etc. – acreditam que é possível seguir um caminho diferente que é menor e menos trágico. Se eles começarem a gerir isso, será um caminho diferente.

Em outras palavras, ela pode fazer com que todos os seus desejos chamados “a nação” trabalhem de forma mais eficiente com a intenção a fim de doar a todo o mundo e, através deles, até o Criador, em comparação com a ideologia e o método que recebeu com o atributo de Moisés.

Agora, ela vê que há outra força com a qual ela pode avançar e, assim, começa a ter dúvidas.

Pergunta: O que significa que 15.000 homens morrem no deserto?

Resposta: Quinze mil multiplicado por 40 anos (níveis) é igual a 600.000, o que significa toda a geração. Todos os 600.000 atributos devem morrer. Há uma renovação completa; o nível anterior desaparece totalmente.

Os escravos não podem se tornar homens livres para viver em desejos que anteriormente eram escravizados. O egoísmo costumava enlouquecer naqueles desejos (ódio manifestado, Monte Sinai) e podiam usá-los para doar, corrigindo-os do ódio em amor, mas agora é impossível. Primeiro você deve passar por estados em que você se anula totalmente, e este é um sentimento de morte.

Korach queria que a geração do deserto ignorasse estes níveis e entrasse na terra de Israel. Este é um problema que temos ao longo de todo o caminho espiritual. Os filhos de Aarão, Nadav e Avihu e todos os outros também queriam ignorar este nível.

E eles fariam isso se não tivessem medo dos gigantes que os espiões lhes falaram. Assim, eles poderiam ter entrado na terra de Israel imediatamente. Mas, para fazer isso, eles tiveram que subir ao nível da fé acima da razão. Mas eles não podiam ascender a esse nível e, portanto, estão corrigindo-o agora.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 20/05/15

Um Comentário

  1. agradecida

Comente