Sucot: Adesão Com Um Único “Abraço”

laitman_276_03A Torá, “Levítico”, 23:33-23:36: E falou o Senhor a Moisés, dizendo: Fala aos filhos de Israel, dizendo: Aos quinze dias deste mês sétimo será a festa dos tabernáculos ao Senhor por sete dias. Ao primeiro dia haverá santa convocação; nenhum trabalho servil fareis.

Sete dias oferecereis ofertas queimadas ao Senhor; ao oitavo dia tereis santa convocação, e oferecereis ofertas queimadas ao Senhor; dia de proibição é, nenhum trabalho servil fareis.

O feriado de Sucot continua por sete dias; em cada um deles uma subida é realizada até os níveis espirituais de Hesed, Gevura, Tiferet, Netzach, Hod, YesodMalchut.

E no oitavo dia uma reunião especial acontece, quando a pessoa recebe preenchimento pela Luz de Hassadim (Misericórdia), a Luz de amor, amizade, felicidade, compaixão, parceria e misericórdia. Isso é chamado de “abraçar a partir do lado direito”, como é dito: “A sua mão esquerda esteja debaixo da minha cabeça, e a sua mão direita me abrace” (Cântico dos Cânticos 8:3).

Isto significa que Rosh HashanáYom Kipur são “Sua mão esquerda esteja debaixo da minha cabeça”, e Sucot é “e a sua mão direita me abrace”. E no último dia, no oitavo dia do feriado de Sucot, acontece um acoplamento parcial das partes masculina e feminina do Kli.

Nesse momento, o desejo da pessoa transmite iluminação através da Luz Superior, e assim, ao longo de todos os dias do festival, a revelação da grandeza da Luz de Hassadim e a grande adesão das partes masculina e feminina do desejo de “abraçar” são esperadas.

Então, cada dia do festival de Sucot é importante, os que são gastos na Sucá que foi especialmente construída sob a abóbada do céu, onde uma reunião e festa sagrada são organizadas.

A pessoa que está numa Sucá por sete dias aparentemente recebe todas as Ohrot Ha Makifim (Luzes Circundantes) corrigidas, preenchendo e empurrando-a em direção à descoberta, conexão e contato com o Criador.

E isso acontece no oitavo dia após a saída da Sucá, de modo que o oitavo dia é chamado de Simcha Torah. Torá é a Luz que corrige a pessoa e a preenche de felicidade.

Comentário: Acredita-se que todas as noites os membros do Ushpizin (convidados), os visitantes, vêm à Sucá de acordo com a ordem: Abraão, Isaac, Jacó, Moisés, Aarão, José e Davi.

Resposta: Todos esses visitantes simbolizam as Luzes de correção em sete níveis espirituais. Eles não são figuras históricas, mas estados espirituais. Cada um dos níveis possui um carácter único, e apenas quando a pessoa passa por eles, o que significa que se corrige em sete estados diferentes, ela está pronta para a revelação do Criador.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 18/06/15

Comente