Eu Já Detinha O Sucesso Em Minhas Mãos

Laitman_524_01Pergunta: Se um estudante vai contra o desejo de seu Rav (professor) e a torneira espiritual é automaticamente fechada, será que ele sente que a torneira está fechada ou ele está sob a ilusão de que a torneira ainda está aberta e tudo está bom?

Resposta: Pode haver tal ilusão.

Pergunta: Então, quais são os indicadores aqui?

Resposta: Isso deve ser claro para ele. Há aqueles que pensam que estão em conexão com o Criador. Eles não ouvem ou seguem as instruções do Rav; ainda se recusam a tentar, por exemplo, algum tipo de ação simples que diz respeito à disseminação, e se escondem atrás de todos os tipos de cálculos. Todos os seus cálculos são materialistas, e assim a pessoa não está pronta para fazê-los corretamente. Ela tem a oportunidade de realizar o desejo de seu Rav, o professor, mas não realiza.

É possível dizer que ela está se opondo a ele, mas ela não tem uma conexão com o Elyon (superior). Eu não estou mais falando de uma conexão de  Ruach Be Ruach (espírito a espírito) ou boca a boca. Isso já exigiria a verdadeira devoção. Apenas a sorte ajuda aqui. Eu posso atestar isso com minha experiência pessoal. Uma pessoa recebe tantas possibilidades de descobrir e adquirir o mundo espiritual, de se aproximar do Criador. Mas ela não reconhece suas oportunidades e se move em direção a elas aparentemente sem se importar com elas. Ela simplesmente não tem a sensibilidade!

Mais tarde, quando ela olha para trás neste caminho, esperando um pouco e adquirindo experiência, ela se espanta com o que o Criador fez por ela. Pois eu já detinha o sucesso em minhas mãos, recebi tais cuidados, apoio e oportunidade de fazer isto, aquilo e aquilo outro. Eu perdi oportunidades maravilhosas como essas que não vão voltar!

Depois disso, oportunidades são dadas a ela nas próximas encarnações, nas próximas situações, mas realmente, aqui o grupo é muito importante para ajudar a todos, porque ninguém está pronto para se anular ao Rav; isto é muito difícil. Na minha vida externa eu posso facilmente dar as coisas, até mesmo para uma pessoa que não é importante aos meus olhos. Mas aqui isso requer um grande esforço. E assim um grupo é dado a mim que me obriga a aumentar a importância.

E tudo isso deve ser de acordo com o conhecimento das leis espirituais, e não do desejo de fazer o bem, de ficar bem, amar ou não amar. Nós devemos estar diretamente integrados ao sistema, nos agarrar a ele como engrenagens, e estar ajustados a ele.

O que mais podemos fazer? De acordo com o meu caráter, eu me encerraria e me isolaria. Eu também pensei em agir assim: me encerrar com livros, me aprofundar no material. Eu não achava que teria estudantes e que estaria conectado com as pessoas, mas sem ter escolha…

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 27/02/14, Tópico da Lição – “Professor”

Comente