O Mundo Está No Limiar De Uma Nova Era De Desenvolvimento

Pergunta: Por que tanto ódio foi revelado no mundo ultimamente?

Resposta: É porque o nosso egoísmo está desenvolvendo-se muito intensamente, exponencialmente, e ultimamente ele está crescendo numa curva ascendente proeminente, sem precedentes. Cada momento é radicalmente diferente, em sua natureza, de seu antecessor, e a aceleração e profundidade da descoberta do egoísmo é a principal característica da natureza.

Por isso, não é de surpreender que o egoísmo continuará a ser descoberto mais profundamente, de forma clara, e de forma aguda. As pessoas começarão a exigir descaradamente o que é delas, sabendo exatamente o que querem. E mesmo que elas entendam que elas não terão sucesso em alcançar qualquer coisa, com todo o seu poder, insistirão que é delas. O ego forçará a pessoa a ser rígida e pouco razoável, mesmo que todo mundo comece a convencer-se de suas demandas inadequadas. E é assim que será para cada um de nós.

Isso está sendo expresso hoje, especificamente, porque, no atual estágio de desenvolvimento, a humanidade chegou ao fim da realização da história da sua terra. Precisamos subir para o próximo nível de existência, onde vamos sentir-nos, não como corpos físicos que vivem em um ambiente da substância do nível inanimado, vegetativo, e animal, que supostamente é a nossa casa, mas na forma de forças que não são limitadas por organismos físicos. Então, agora, temos de afastar-nos de nosso estado bestial.

E para nos obrigar a começar a estarmos envolvidos com o desenvolvimento fora de nossos corpos, para esquecê-los, e parar de senti-los, o egoísmo do nosso corpo, da nossa vida, de nossa consciência está sendo revelado. Ele vai empurrar-nos para frente, para uma situação em que nossos ímpetos egoístas serão percebidos por nós como repugnantes, uma abominação, e isso não é porque nos tornaremos idealistas, mas porque sentimos o quanto a nossa natureza maligna nos dirige. Em outras palavras, não começaremos a fugir do egoísmo, mas seremos simplesmente incapazes de estar em paz com ele, porque veremos como, de manhã à noite, ele dá-nos ordens, impele-nos, empurra-nos para frente, lança-nos no terreno, e arrasta-nos.

Isso significa que ele nos obriga a existir em uma forma absolutamente inútil, em que investimos energia que nos traz apenas o sofrimento, desespero e desapontamento. A natureza, ou mais precisamente, o seu programa, está nos levando a isso, segundo o qual é preciso ascender espiritualmente, precisamente em um momento de decepção completa com o sistema egoísta de gestão, e temos que exigir um novo e diferente sistema de gestão. Mas isto será descoberto em nós por meio deste mesmo ego.

Portanto, o ego é chamado de “colaborador contra ele” (Gênesis 2:18). Diz-se especificamente sobre o Faraó, que simboliza o ego, que ele trouxe os filhos de Israel mais perto do Criador por meio de suas ações grosseiras e cruéis. A presente terrível oposição egoísta de todos os povos, nações e países, a decepção absoluta em tudo, a deterioração dos fundamentos de nosso mundo e da economia, que tem guiado o mundo por milhares de anos, indica que o ego esgotou-se em todos os níveis.

Atualmente, o ódio atingirá o seu limite, mas ao mesmo tempo ele trará impotência e decepção. Por que eu deveria matar, queimar e aniquilar alguém? Houve um tempo durante as Cruzadas, que esta parecia ser a solução para o problema, ao passo que hoje, isso não acontece! Por isso, é necessário olhar para todo o processo a partir do ponto de vista do benefício que é recebido de todos os estágios de desenvolvimento.

[164382]

De KabTV “Conversas com Michael Laitman” em 5/8/15

Material Relacionado:

 

Comente