Ao Corrigir Todos, Você Se Corrige

laitman_929Baal HaSulam, “600 Mil Almas”: “Mesmo que um homem viesse diante do seu Mestre em completo arrependimento, o Rei Messias viria de uma só vez”. Isso significa que quem quer que fosse, mesmo que fosse apenas um homem na geração recompensado em estender essa alma por si mesmo, ele seria capaz de recompensar toda a sua geração, já que todos que são obrigados, isentam o público através de seu dever, e ele pode fazer muita oração e se manter até recompensar toda a sua geração.

No artigo “600 mil almas”, Baal HaSulam nos fala sobre a estrutura da alma na sua forma integral e completa, quando todas as suas partes estão mutuamente interdependentes, quando não são partes separadas, mas toda uma estrutura que vemos como separada, quebrada e espalhada a grandes distâncias somente por causa do nosso ego corrompido.

A verdade é que todos nós estamos num sistema maravilhoso, numa só alma chamada Adão. A princípio essa estrutura foi chamada de Adam HaRishon (primeiro homem), e foi a estrutura que o Criador criou, e depois ela quebrou.

Nós temos que reconstruir esta estrutura, o que significa alcançar a mesma sensação, o mesmo reconhecimento, mas por nós mesmos. Essa é a razão de não alcançarmos a forma de Adão HaRishon, mas a forma de Adão que é 620 vezes mais entendimento e que sente o Criador dentro de si.

Como todas as partes são interdependentes e conectadas entre si, cada um corrige todas, porque uma parte não pode ser corrigida sem corrigir a sua incorporação em todas as outras partes, até que todas respondam a ela e sejam incorporadas nela.

Esta é a razão pela qual cada parte se torna completa apenas se toda a estrutura é completa. Nesta estrutura existem diferentes papéis importantes, mas esses papéis são desempenhados na incorporação mútua. Há profetas e Moisés como seu chefe, sacerdotes e levitas – Cabalistas de todas as gerações que já atingiram a realização de toda a alma e estão incorporados nela, o que significa em papéis que são diferentes níveis espirituais de acordo com sua importância no sistema.

Existem várias fases na incorporação mútua: três vezes dois mil anos, ou 125 níveis. Cada um tem que ser corrigido para que todos possam ser corrigidos. Só se cada um corrige todos, exceto a si mesmo, pode, assim, se corrigir. Esta é a sua intenção.

Ele tem que se submeter diante de todos para corrigir todos. Este é o seu papel em cuidar deles, na aceitação, na submissão. Por outro lado, ele tem que se elevar acima de todos, a fim de ver que todo mundo depende dele. Afinal de contas, o Senhor o escolheu e ele tem que se corrigir, porque ninguém mais pode corrigir sua parte.

Não faz diferença quem ele é: se aquele sentado atrás da pedra do moinho ou um príncipe. Depois de tudo, há uma correlação entre e as Luzes e os vasos, e no vaso geral todas as partes são igualmente importantes no que se refere ao fim da correção. Se uma parte não for corrigida, a sua incorporação com todas as outras partes não é corrigida.

Consequentemente, todas as outras partes não são corrigidas por causa dessa parte e não podem corrigir a sua incorporação nas outras partes também. É uma reação em cadeia, e, por fim, todo o sistema pode ser danificado como resultado de um componente pequeno não corrigido.

Da Preparação para a Lição Diária de Cabalá 21/03/14

Comente