Proibido = Impossível

Pergunta: Eu assisti a sua palestra segunda-feira, 24 de maio de 2015, sobre o artigo “O Cocheiro Burro”, Que na minha humilde opinião foi maravilhoso. Eu entendi de suas palavras que, na sabedoria da Cabalá, é proibido atingir o meu “eu” no estado de Malchut. Em conexão com isso uma série de perguntas surgiu para mim:

1. Isto quer dizer que o objetivo da sabedoria da Cabalá é eu atingir o meu “eu”, como é encontrado em Bina (e poderia até ser que o “eu” de cada pessoa existe em Olam Ein Sof), e não para corrigir o desejo de receber para o desejo de doar? Assim, então, pode ser que a correção dos desejos não é o objetivo, mas sim um meio para atingir o meu “eu” (o Criador)?

2. Neste contexto, na sabedoria da Cabalá há uma proibição contra a atingir o meu “eu” (a realização do desejo de alcançar o meu “eu”) em um estado de Malchut (enquanto encontramo-nos em nosso mundo dos desejos de receber)?

3. É possível violar esta proibição, e existe outra (não cabalística) maneira conhecida por uma pessoa para atingir o seu “eu” enquanto está em nosso mundo?

4. O que aconteceria com uma pessoa que, apesar da proibição, atingisse o seu “eu”, enquanto ele está em nosso mundo?

Resposta: Na Cabalá nada é proibido! Quando a palavra “banido” ou “proibido” é usada, isso significa que é impossível, e ,por isso, não vale a pena investir qualquer esforço. Mas em geral tudo é permitido, apenas de uma forma diferente. Então faça do jeito que foi ensinado a você e irá realizar!

[160.559]

Material relacionado:
Ocultado E Revelado

Comente