Robôs Em Vez De Pessoas

laitman_547_01Nas Notícias (de scmp.com): “Começou o trabalho de construção na primeira fábrica do centro de produção de Dongguan, China, para usar apenas robôs para produção, relatou a agência oficial de notícias Xinhua.

“Um total de 1000 robôs seriam inicialmente introduzidos na fábrica, administrada pela Shenzhen Evenwin Precision Technology Co, com o objetivo de reduzir a força de trabalho atual de 1800 em 90 por cento, para apenas cerca de 200…

“Os robôs estão preparados para assumir o controle em muitas fábricas no Delta do Rio das Pérolas, a área do sul da China conhecida como a ‘oficina do mundo’, devido à enorme indústria de manufaturados para exportação existente lá, na medida em que a escassez de trabalho cresce e as autoridades locais enfrentam a necessidade de estimular a inovação para contrabalançar o desaquecimento econômico.

“Desde setembro, um total de 505 fábricas em toda Dongguan investiram 4,2 bilhões de yuans em robôs, com o objetivo de substituir mais de 30000 trabalhadores, de acordo com a Agência de Economia e Tecnologia da Informação de Dongguan.

“Em 2016, até 1500 das empresas industriais da cidade começarão a substituir os seres humanos por robôs.

“As autoridades provinciais de Guangdong, disseram no início desse ano que gastariam 943 bilhões de yuans na substituição do trabalho humano por robôs nos próximos três anos. …

“A capital da província de Guangzhou, estabeleceu uma meta de fomentar uma indústria de fabricação de robô com um valor de produção de mais de 100 bilhões de yuans em 2020, bem como automatizar mais de 80 por cento da produção industrial da cidade”.

Meu Comentário: O desenvolvimento de tecnologias robóticas deve conduzir a uma redução no número de trabalhadores e uma redução da semana de trabalho. Mas isso não está acontecendo porque a classe dominante reconhece que as pessoas com tempo livre são perigosas: elas começam a exigir mudança na estrutura social.

A sociedade prefere que nós trabalhemos mais em vez de aumentar nosso tempo livre para que possamos aumentar o nosso consumo (supérfluo), o que significa que estaremos envolvidos na criação de coisas inúteis, realizando atividades sem sentido apenas para ficarmos ocupados. Os locais de trabalho são intencionalmente criados para nos empregar. A cada ano mais e mais pessoas são forçadas a se envolver em trabalhos sem sentido, mas o crescimento econômico sem fim na Terra é limitado; é impossível. Nós teremos que voltar a um mercado de troca equivalente e produzir apenas bens essenciais.

Comente