O Trabalho Comum Entre A Pessoa E O Criador

laitman_236_01Nosso trabalho é dividido em duas partes: esclarecimento e correção. O esclarecimento e a correção são feitos pela Luz que Reforma, mas nenhuma operação, nem o esclarecimento, nem a correção, pode ser realizada sem a nossa demanda.

A demanda é chamada de oração, a elevação de MAN, do desejo. O desejo é necessário para que a Luz influencie e implemente precisamente o que nós pedimos, em outras palavras, que a criatura descobre um desejo cada vez maior para se parecer com o Criador, para ascender nível após nível.

Com a ajuda de um esclarecimento mais preciso de todos os detalhes, a pessoa pode chegar à adaptação, ou seja, a uma maior proximidade com o Criador. Então, se não houvesse alterações em cada momento dentro da pessoa, ela não viraria na direção certa com o pedido certo, então não obteria uma reação, uma resposta, uma descoberta e uma mudança; assim é como ocorre ao longo da vida.

Se seu estado não for alterado, ele se encontra no nível animal. Somente se acontecerem mudanças nele como resultado dos estados anteriores em que ficou claro para ela que ela elevou MAN (uma oração), então ela é chamada de Adam (homem). Afinal de contas, ela se constrói com a ajuda da Luz que Reforma, com a ajuda da Torá. Isto é, como está escrito, “A Torá não foi dada exceto para aqueles que comem o maná” (Midrash Tanhuma, BeShalach, seção 20).

Então, através do esforço comum, com a ajuda do Arvut (garantia mútua), da responsabilidade e do apoio mútuo, nós precisamos constantemente ajudar a todos, não apenas a nós mesmos, e sempre devemos nos preocupar que todo o grupo mundial eleve MAN, em oração, com um sentimento de necessidade e o imperativo pela direção certa e a forma correta.

Para ativar corretamente, muitas condições devem ser atendidas simultaneamente. Está escrito: “… ninguém pode entrar no portão do rei vestido com pano de saco” (Ester 4:2); e nós precisamos preceder o pedido com uma bênção, pois isso abre a pessoa e a organiza corretamente em relação à Luz superior, ao nível superior. Cabe a ela organizar suas relações com o grupo para que seu pedido seja ajustado ao nível superior, àquilo que o Rei está pronto para ouvir dela.

A oração deve sair do fundo do coração, deve se elevar para ser uma oração geral por todos, cheia de felicidade, de ação de graças e louvor. Para qualquer obstáculo e tristeza deve haver alegria, porque essa situação única foi dada a ela de cima, e ela quer se conectar ainda mais com o Criador, e tudo isso não é para seu benefício pessoal, mas para se preocupar com a alma coletiva e tornar o Criador feliz.

Em última análise, nosso trabalho está concentrado em elevar uma oração, MAN, e prepararmos a oração através de todos os processos anteriores, com as mudanças nas características humanas, começando desde Adão até Abraão. Depois disso, os Avot (Patriarcas) são despertados nela, mesmo que ela não sinta isso e, depois, atinge uma determinada sensação de exílio. Tudo isso é para que, em última análise, ela receba o método de correção e saiba como voltar-se ao Criador.

Cada vez seu apelo deve ser mais preciso, na mesma onda onde o superior está pronto para absorver. Todas as condições são sempre organizadas de acordo com o nível da pessoa; ela deve apenas realizar o trabalho que é capaz. Isso está de acordo com as condições internas e externas que ela obtém — grupo, professor, livros e estudo — que a pessoa está pronta para projetar a demanda certa. E, em resposta à demanda certa, vem MAD (águas masculinas). Se ela gera uma deficiência, ela recebe poder, Mayin Duchrin (MAD), superando vestida na água. É assim que a pessoa adquire o poder com cuja ajuda ela será capaz de perceber a si mesma.

Precisamente de acordo com seu pedido anterior, de acordo com a elevação de MAN, em resposta, a pessoa recebe uma resposta (MAD), e ela sabe exatamente o que fazer com isso. Portanto, está escrito: “… sua semente é abençoada” (Salmos 37:26). É assim que a pessoa avança da realização do MAD para esclarecer uma maior deficiência adicional, e ela procura por novas oportunidades de doar Criador, ou seja, para que seja possível que o Criador doe às criaturas.

Portanto, a pessoa novamente procura como pensar nas criaturas e não em si mesma e como pensar no Criador, não em si mesma e nas criaturas. É assim que ela organiza o próximo MAN.

Cada vez, ela vai entender, sentir e ajustar-se mais e mais à forma superior. A pessoa e o Criador tornam-se parceiros, e eles trabalham juntos para beneficiar as almas. A pessoa pede pelo bem delas, e o Criador implementa seu pedido. O pedido, a deficiência, vem do lado da pessoa, e o cumprimento vem para todas as almas do lado do Criador.

Portanto, a pessoa adere ao Criador com seu ponto no coração, graças ao trabalho comum delas. Afinal de contas, todas as intenções de ambos são direcionadas apenas para o benefício de uma só alma que elas veem como um lugar para preocupação comum, conexão e amor. Tudo isso é revelado dentro de todas as almas.

Assim, parece que um homem, o Criador e a Divindade, toda a comunidade de almas se encontram em adesão mútua.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 07/04/14, Escritos do Rabash

Comente