O Trovejante Vazio Da Malchut

O Zohar, “A Noite Da Noiva”, item 126: então aqueles que temiam o Criador falaram uns aos outros, e o Criador prestou atenção e ouviu, e um Livro Da Lembrança foi gravado diante d’Ele para aqueles que temem o Criador e honram o seu nome. “Estes serão os escolhidos para mim no dia em que Eu determinar…” (Malaquias, 03:16 – 03:17).

… O fato é que, no final de correção, quando o grande geral Zivug do Atik manifestar, grande Luz será revelada em todos os mundos, e nesta Luz todos voltarão ao Criador no amor absoluto.

Depois de todas as correções, a grande operação deve ocorrer que completa todas as ações particulares, tanto em quantidade como em tempo, que conectam tudo para a geral adesão com o Criador?

Questão: Quem são aqueles que “temem o Criador”?

Resposta: Aqueles que temem o Criador são as partes do desejo que passam por correções. Cada camada dentro do desejo de receber, incluindo o inanimado, o vegetal, o animal, e o falante, funciona de acordo com as suas leis e é encontrada dentro de um sistema de forças particulares.

O nível do falante deve estar ciente do poder mais alto que gere e anima tudo. O trabalho de uma pessoa é a aquisição de um desejo de quem o conduz, tomar consciência do Mestre, o que significa saber quem é que está fazendo tudo isso e como ele está fazendo isso. Como está escrito: “… porque todos me conhecerão, desde o menor deles até o maior deles …” (Jeremias 31:33).

Acontece que cabe a nós a adquirir uma grande necessidade pelo Criador, Seu poder, o desejo de alcançá-Lo, para entender Suas ações em toda a sua profundidade e essência, e entender por que e por que Ele está fazendo isso. Entender o Criador só é possível a partir do estado oposto, “… na medida em que a luz excede a escuridão” (Eclesiastes 2:13). Caso contrário, não teremos qualquer sentimento. O sentimento é construído a partir da resistência entre dois opostos.

Assim, quanto maior for a escuridão e a luz, o bem e o mal, estão em contraste com o outro, o nosso sentimento é mais intenso. Além do sentimento intenso, a inteligência desenvolve-se, o que ajuda a pessoa a sentir, entender, digerir e aproximar-se ao bom,ou inversamente, a afastar-se do mal.

Cabe-nos a preparar um desejo vazio que corresponde, em todos os sentidos à Luz, mas na forma oposta, em outras palavras, Malchut do Infinito está completamente às escuras, em toda a sua intensidade e todas as suas partes, precisamente, coincidem com Malchut do Infinito, que é cheio de luz. No entanto, é claro que não estamos prontos para tolerar escuridão como essa, pois nós fugimos até mesmo os menores problemas, como está escrito: “… mil entram em uma sala, e um sai para ensinar” (VayikraRabba 2) . Afinal de contas, nós nem sequer toleramos a menor escuridão nas nossas vidas, e escuridão espiritual é muito mais terrível do que a escuridão física; é um sentimento terrível.

Então, temos de receber o apoio do grupo e a importância do objetivo que recebemos por meio da Luz, e depois com a ajuda deles, pode ser que nós seremos capazes de saltar acima do sofrimento, acima do sentimento de vazio dentro de nosso desejo de receber, acima da falta da realização esperada.

Devo sentir a vazia Malchut do Infinito. Isso é chamado de “iluminação de Malchut”, um sentimento especialmente difícil, que é pior que a morte. É como se você se encontrasse no limiar de um abismo sem fim, escuro, infinito, diante de um silêncio retumbante. Este é um sentimento terrível.

A criatura não está disposta a tolerar sequer uma gota deste sentimento, assim, depois, em contraste, ele descobrirá a Luz como boa. Isto não é possível; de modo que o grande desejo é dividido em uma multiplicidade de desejos para muitas gerações no tempo e pessoas, numa pluralidade de estados em cada um deles.

Todas as correções particulares estão reunidas, e, no final, elas nos trazem para a conclusão da correção (Gmar Tikkun), para o dia do casamento, e neste casamento, todos nós somos “amigos da noiva”, em outras palavras, os desejos da criação.

[135781]

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 23/5/14, O Zohar

Material Relacionado:
Todos Os Problemas Do Mundo
No Centro Do Vazio
É Fácil Corrigir Os Outros!

Comente