Antissemitismo Nas Faculdades Norte-americanas

Dr. Michael LaitmanNas Notícias (de Breitbart): “Um estudo intitulado ‘Pesquisa Nacional Demográfica dos Estudantes Universitários Judeus Norte-Americanos de 2014′, realizado na primavera de 2014 pelo Trinity College em Hartford, Connecticut, revelou que mais da metade dos estudantes universitários judeus experimentou antissemitismo no campus.

“As taxas de vitimização para alunos com diferentes características sociais – tais como tipo de campus, ano de estudo, área de concentração, demografia, religiosidade ou política – variou de um mínimo de 44 por cento para um máximo de 73 por cento. Houve apenas uma pequena variação nas taxas em todas as regiões dos Estados Unidos, sugerindo fortemente que o antissemitismo no campus é um problema nacional. …

“A pesquisa constatou que as alunas estavam mais propensas do que os alunos a relatar o antissemitismo.

“‘Mulheres judias parecem se sentir mais vulneráveis no campus, com 59 por cento dos estudantes do sexo feminino contra 51 por cento dos homens nos dizendo ter testemunhado ou experimentado pessoalmente antissemitismo”, disse Keysar. ‘Este hiato é alarmante e precisa ser mais explorado’.

“Historicamente, os homens judeus ortodoxos foram alvos mais prováveis ​​de ódio, na medida em que eles tendem a ser facilmente identificáveis. Este estudo revelou que em campus universitários, ‘estudantes judeus conservadores e reformados são mais propensos do que os estudantes ortodoxos a relatar terem sido vítimas. A adesão a uma organização judaica no campus também aumenta a probabilidade de um estudante relatar antissemitismo’…

“Este estudo foi realizado antes da guerra do verão passado entre o Hamas e Israel que levou a um aumento do antissemitismo em todo o mundo”.

Meu Comentário: A guerra é apenas um pretexto para a manifestação de ódio que irrompe do antissemita em relação ao judeu. Obviamente, nem europeus nem norte-americanos sentem pena dos árabes; da mesma forma, os árabes nesses países não sentem pena das pessoas infelizes de Gaza. Caso contrário, eles teriam parado a guerra!

Mas eles estão realmente procurando uma desculpa para a destruição de Israel – e se vários milhares morrem para atingir esta meta, isso não importa. O ódio é maior do que o amor pelos filhos!

De acordo com a Torá, não há nada acima da vida humana. Acontece que Israel troca milhares de assassinos por um soldado sequestrado. Mas Israel deve ser culpado – e precisamente porque essa falta de unidade própria não leva o mundo inteiro à unificação, ou seja, ele é indiretamente responsável por todas as guerras e sofrimento…

Comente