Tudo Isso Está Muito Perto

Você ajuda o grupo quando você tenta manter o sentimento de pertencimento a uma conexão geral. Alguém pode cair, mas é a sua própria queda particular, e, ao mesmo tempo, você pode permanecer no mesmo estado que alcançou na convenção.

Por exemplo, eu não sinto que eu deixei a convenção. Nos dias após a convenção só tenho ficado mais forte, adquirido a experiência do novo nível que foi atingido na convenção, e, assim, tenho descoberto novos discernimentos.

É porque tal estado não existia anteriormente em nossa realidade, no processo de correção, ou no mundo de hoje. Realmente começamos a correção das almas! Até este exato momento, tudo anterior a este tempo era só preparação. O pecado (a quebra do primeiro homem), Babilônia, a escravidão no Egito, a destruição dos templos, e o exílio eram todos necessários a fim de preparar os desejos para a correção. Agora começamos esta correção!

A conexão que temos alcançado entre nós é o primeiro nível de correção. Não está claro ainda, mas já estamos a este nível. É como um bebê recém-nascido que não entende, mas que já está a viver neste mundo. Estou lhe dizendo que você já está na espiritualidade, mas agora você tem que descobrir isso na prática e realmente sentir isso.

Temos de desenvolver os nossos sentidos. Quando um bebê nasce, ele também não vê ou ouve nada em primeiro lugar. Ele não se sente neste mundo, e só depois de um tempo ele começa a responder a sons e luz. Nós também não respondemos no momento, mas estamos realmente no mundo espiritual e agora tudo depende de quanto queremos crescer dentro dele.

Um bebê tem um instinto natural para crescer. Não temos isso e em vez de usarmos os instintos naturais, devemos, por nossa conta, estabelecer a nossa natureza e o Criador. É somente graças à nossa conexão que estabilizamos este órgão, adicionando mais e mais a ele.

Estamos constantemente recebendo novos desejos e atributos e se não os processamos corretamente e não os atribuímos à unidade geral, eles tornar-se-ão um fardo na forma de diferentes problemas e dificuldades. Portanto, devemos tentar processá-los de uma maneira muito rápida e correta. Caso contrário, teremos que fazer o dobro do trabalho que faríamos hoje, que nós não fizemos ontem. Tudo o que não foi feito antes de ontem vai crescer e tornar-se três vezes mais trabalho, e muito mais difícil de completar. Se continuar assim, acabaremos por desistir e render-nos. Então, será necessário começar tudo de novo.

Temos que chegar a um estado em que não teremos a realização de convenções. Continuaremos mantendo a ascensão, cada vez mais alto, mesmo sem elas. Se mantivermos o estado de conexão que temos alcançado, não vamos precisar de coisa alguma. Vamos desenvolver dentro dela mais e mais e começar a sentir um ao outro. A lição diária será suficiente para nós e vamos começar a percebê-la em um nível diferente e não através das palavras que são transmitidas através da Internet. Tudo isso está muito próximo.

[112526]

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabala 17/7/13, Escritos do Rabash

Comente