Esclarecendo O Inexplicável

Dr. Michael LaitmanA Cabalá fala apenas do que está acontecendo dentro de nós. Os termos “Israel” e as “nações do mundo” representam as nossas propriedades internas. No entanto, nós usamos essas definições como se falássemos da corporeidade. No entanto, essas noções nunca implicam este reino. Em vez disso, elas se referem às qualidades internas do ser humano.

Os Cabalistas usam palavras terrenas, comuns e simples para descrever a espiritualidade, porque não há outras palavras em nosso vocabulário. Mesmo se nós víssemos o outro reino, não seríamos capazes de encontrar as palavras exatas para expressar nossas impressões. Nós falharíamos em dar nomes aos fenômenos que ocorrem lá.

Se fôssemos escrever os títulos de todos os objetos em adesivos de post-it na sala, haveria lâmpadas, portas, janelas e estantes já que cada coisa tem um nome. Se corrigíssemos nossas propriedades, nós moveríamos o muro que nos separa da espiritualidade. Nós removeríamos o muro que esconde o mundo superior de nós, mas, ainda não encontraríamos as palavras certas para descrever o que realmente vemos lá.

É impossível encontrar as palavras corretas para citar as forças e ações associadas ao outro reino. Como você explicaria aos outros o que viu na espiritualidade? Digamos que alguém lhe pergunta: “Por favor, diga-me um pouco sobre o que há lá! Estou ansioso para saber!” Você não seria capaz de descrever nada!

Os livros Cabalísticos explicam o inexplicável. Os Cabalistas foram os que encontraram uma solução. Todos nós vivemos neste mundo, tanto Cabalistas como pessoas comuns. Todos nós conhecemos esta realidade.

Assim, os Cabalistas disseram: “Vamos falar a vocês sobre a espiritualidade”. Eles escreveram livros sobre a dimensão espiritual: A Torá, o Talmude Babilônico e de Jerusalém, a Mishná, o Zohar, O Estudo das Dez Sefirot. Todos esses livros são chamados de sagrados; eles não são livros comuns porque descrevem o mundo superior.

No entanto, não podemos descrever a espiritualidade usando palavras espirituais, pois não existem palavras lá. É por isso que esses livros nos contam histórias como se elas estivessem acontecendo neste mundo, quando, na verdade, todas elas são sobre a realidade superior.

A espiritualidade é paralela a este mundo. É uma dimensão de forças, desejos, impressões e sensações. É um domínio de sentimentos! No entanto, os sentimentos não são egoístas, como são aqui neste planeta. Ao contrário, eles derivam da propriedade de doação que não existe neste mundo. Estas são as sensações de amor, doação, unidade, reciprocidade, apenas sentimentos positivos.

De KabTV “Os Capítulos da Torá com Shmuel Vilozni” 02/02/15

Comente