Como Um Feixe De Juncos — Eu Quero, Logo Existo, Parte 3

Like a Bundle of ReedsComo um Feixe de Juncos, Por que Unidade e Garantia Mútua são Urgentes Hoje, Michael Laitman, Ph.D.

Capítulo 2: Eu Quero, Logo Existo

A Vida Como Uma Evolução Dos Desejos

Onde Somos Livres para Escolher

Tal como aprendemos com Baal HaSulam, a diferença entre o nível falante da realidade e os outros três níveis, tanto na sua natureza geral e dentro de nós, é que nós somos ilimitados pelo tempo e o espaço quanto à escolha do que aproximar de nós e o que repelir. Dito de outro modo, no todo da Natureza, a raça humana é a única espécie que tem liberdade de escolha. Enquanto todas as outras criaturas seguem as ordens da Natureza involuntariamente, nós podemos escolher se as seguimos ou não. Lamentavelmente, como é evidenciado pelas crises globais de hoje, quando escolhemos ir contra as ordens da Natureza sem completo conhecimento das implicações de nossas ações, sofremos duras consequências pelos nossos erros.

E uma vez que internamente nós tenhamos os mesmos quatro níveis, a mesma regra se aplica a nós, e somente aqueles desejos e qualidades dentro de nós que pertencem ao nível falante são os que temos liberdade de escolha.

Dentro de nós, os desejos naturais básicos (por reprodução e preservação da espécie, por abrigo e alimentação) correspondem aos primeiros três níveis de desejos na Natureza: inerte, vegetal e animal. O quarto nível, “falante”, se manifesta dentro de nós nos desejos por riqueza além das nossas necessidades, poder, fama, respeito e conhecimento.

A diferença fundamental entre os três níveis inferiores e o topo é que os três inferiores existem em cada criatura na terra. Cada criatura procura assegurar a existência da sua própria espécie e manter sua descendência a salvo num abrigo adequado. Inversamente, o quarto nível dos desejos, que definiremos rudemente como “desejos por riqueza, honra e conhecimento”, são exclusivamente humanos.

Tal como na sua natureza geral, os três níveis inferiores funcionam automaticamente, de acordo com as ordens da Natureza. A única faculdade na qual há liberdade de escolha é o nível falante dos desejos. Desta forma, nós devemos primeiro aprender o funcionamento da nossa natureza interior antes de tentar satisfazer os desejos do nível superior.

Para sermos capazes de trabalhar com o quarto nível dos desejos, nós precisamos saber o que afeta esses desejos e o propósito de sua existência dentro de nós. Com efeito, há outro nível de desejos dentro de nós que “suplanta” todos os quatro níveis e que existe somente nos seres humanos.

Comente