Como Eu Posso Controlar O Mundo?

Dr. Michael LaitmanPergunta: Nós muitas vezes observamos como há certo estado de espírito entre as pessoas. O desejo de mudar, de perder peso e os sentimentos de felicidade ou depressão são transmitidos através dessas gotículas no ar. Como uma pessoa pode perceber tais sensações como sensações pessoais ou como impostas pelo ambiente?

Resposta: Quanto mais nos aprofundamos na natureza do sistema, mais vemos que tudo depende de todos os outros. Este é um relacionamento profundo e mútuo, constituído por milhares de relações entre nós. É claro que não percebemos isso, mas a conexão permanece; ela é constante e não pode ser ignorada.

Eu posso estar separado, escondido numa ilha deserta ou numa floresta profunda, mas conforme a minha distância da sociedade cresce, eu me condeno a uma vida limitada e miserável. Por exemplo, se eu estivesse sozinho no espaço, eu iria em breve descobrir que todos os meus sentidos haviam se atrofiado como uma célula ou um pequeno pedaço de carne que foi cortado do corpo.

O estudo de uma medida da nossa comunicação mútua é muito importante porque nos coloca numa posição que é relativa ao verdadeiro ambiente. Em primeiro lugar, trata-se da sociedade humana e como eu devo estar associada a ela.

Como uma pessoa pode descobrir essas conexões e aprender a senti-las? De que forma devemos dar e receber? Em princípio, esse é o nosso objetivo, e isso significa que devemos estudar o sistema integrado – os meios para alcançar uma vida feliz.

Comentário: Quando algo em nós não é corrigido e nós sentimos a razão, nós instintivamente começamos a cuidar de nós mesmos.

Resposta: Nós não temos qualquer doença fisiológica ou mental, ou problemas pessoais, familiares e globais comuns. Existe apenas a falha do sistema em que nos encontramos. Portanto, nós vemos que a política, economia, finanças, e a vidas das nações e povos são misturadas e dependem umas das outras.

Se eu tento dominar alguém, eu definitivamente obtenho a reação oposta. No passado, a Europa queria governar a África e a Ásia, mas agora está à mercê de seus imigrantes.

Pergunta: Portanto, se eu tenho algo não corrigido, eu devo procurar a causa dentro de mim?

Resposta: O interessante é que eu não sou a razão para isso! Eu não culpo a mim mesmo pelo fato de ser quem eu sou ou todo o sistema pela forma como ele é. No entanto, eu posso ajudar a mudar o sistema e, assim, ele vai me afetar. Na verdade, o método da educação integral dá às pessoas uma compreensão de como o mundo funciona e como ele pode ser manejado.

Pergunta: Suponha que eu perceba que a minha condição é causada pelo estado geral do sistema. O que eu devo fazer com esse entendimento?

Resposta: Você entra num grupo de pessoas que quer melhorar a sua qualidade de vida como você. Por exemplo, há dez de nós, e nós começamos a nos comunicar uns com os outros através de uma variedade de exercícios e jogos.

Se nos conectarmos corretamente, começaremos a sentir a conexão acima de nosso egoísmo, motivos pessoais e hábitos. Às vezes, esse sentimento surge num grupo de pessoas ligadas por uma missão comum ou numa família em que os interesses pessoais são inferiores ao coletivo.

Naquele momento, quando nos conectamos e nos tornamos como um só, este “um” se torna um sentimento integral. Através de tais sentimentos, nós começamos a captar a força integral contida no mundo, assim como um conjunto de satélites absorve sinais do espaço.

Pergunta: Como essa informação me ajuda na vida?

Resposta: A sociedade é um sistema fechado. Se as peças pequenas estão equilibradas, como as dezenas de que falamos, isso certamente vai tornar toda a sociedade humana saudável. As pessoas vão gradualmente ver que com essa abordagem, será possível corrigir todos os defeitos humanos.

De KabTV “Uma Nova Vida” 12/11/13

Comente