Quando O Veneno Se Transforma Em Néctar

laitman_571_06Pergunta: É dito: “E honrarás o rosto do ancião, e temerás o teu Deus. Eu sou o Senhor”. O que significa isso?

Resposta: A honra é o estado em que você se adere ao nível superior ao querer receber tudo que pode dele, permitindo que ele possa agir e doar a você. É assim que a honra se expressa.

Comentário: Suponha que eu faça uma visita a alguém e o anfitrião me sirva bebidas e diga: “se você me der a honra de comer um pouco mais”. E eu como pelo meu respeito por ele, mesmo que eu esteja cheio.

Resposta: Isso não acontece no mundo espiritual. Lá nós vemos uma correlação precisa entre o que o inferior carece e o que o superior tem. O superior oferece a você o que lhe falta e você tem que se preparar para a refeição comendo só em prol do anfitrião. Embora esses sabores o preencham, está realmente acima deles que você deva estabelecer a sua atitude em relação ao anfitrião, porque você faz isso só por ele e não para o seu próprio prazer.

Mas este é um problema que você tem que resolver gradualmente. Primeiro você deve descobrir se esse é o costume. Suponha que eu tenho um pouco de café agora e me sinto bem e agradeço o anfitrião e tento subir acima do sabor do café, de modo a não apreciá-lo, mas apenas a ação de doação.

Se, por exemplo, me foi servida gasolina em vez de café. O que eu devo fazer com isso? Será que eu bebo e desfruto o fato de que dou prazer ao anfitrião? Este é o problema. O que eu recebo, o que o anfitrião me dá, isso importa; eu o respeito e acredito que deveria dar-lhe tudo, mas eu o preencho acima do que acho agradável ou desagradável.

O que eu devo fazer para que isso não seja importante? A principal coisa é que eu posso respeitar o anfitrião, não importa o que ele me dá, mesmo que seja veneno. Assim, o veneno se torna néctar para mim, porque eu só respeito o anfitrião e concordo com tudo, já que posso agradá-Lo. Portanto tudo depende de nossos pensamentos.

Nós podemos nos desprender totalmente de nós mesmos e não sentir o gosto. Eu me lembro de perguntar uma vez ao meu professor, o Rabash, por que é que quando eu começo a comer com a intenção não para mim, mas para doar, o sabor desaparece de repente. Pode haver um grande prato diante de mim e eu posso estar com muita fome e realmente quero comer, mas quando eu me restrinjo internamente e me concentro na intenção a fim de doar, eu não sinto mais o gosto do alimento. Mais tarde, ele começou a me tratar de maneira diferente vendo isso como os primeiros sinais do meu trabalho sério em mim mesmo.

Neste caso, não é apenas o sabor que desaparece, mas você pode realmente beber um copo inteiro de veneno e isso vai ser como o remédio da vida para você, carregando uma bênção.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 16/04/14

Comente