O Plano Secreto Do Povo Judeu

Pergunta: Em geral, como você vê a situação em que o povo judeu encontra-se hoje?

Resposta: Nós temos que entender o desenvolvimento atual da humanidade, entender por que somos tão odiados aos olhos do mundo, por que somos, na melhor das hipóteses, empurrados para um canto, e na pior das hipóteses, a humanidade quer nos aniquilar.

Tudo isso foi determinado pelo papel histórico do povo de Israel, e especialmente em nosso tempo, devemos ser um exemplo da unificação correta para a humanidade, tornando possível passarmos para o próximo estágio de nosso desenvolvimento.

Hoje, o beco sem saída do desenvolvimento humano foi revelado, o beco sem saída em relações familiares e em diferentes áreas. Isso existe na escala das nações individuais e também o mundo inteiro. Chegou a hora de subir para o próximo nível, mas nós ainda não entendemos isto. Neste meio tempo não há uma solução em nosso mundo, então todos estão sofrendo por não tê-la encontrado.

Perspectivas filosóficas estão entrando em colapso, os planos estão descontrolados, e tudo está chegando ao fim. No passado, a humanidade aspirava a alguma coisa, mas hoje em dia os pais não têm mais esperança de um futuro melhor para seus filhos.

 

Uma Possibilidade Alternativa

E aqui o povo judeu deve entender o seu propósito: especificamente agora, temos de mostrar e dar um exemplo do método de conexão e de unificação da humanidade. Pois é precisamente através disto que a humanidade irá conectar-se de acordo com o nosso exemplo. Ela unir-se-á de uma boa maneira através do que vamos entrar em sintonia com a natureza, com a sua lei geral e sua evolução. E então vamos continuar a desenvolver, não apenas para sobreviver, mas para ascender a um novo nível.

A chave para isso é latente no povo judeu. Este é o segredo do povo de Israel, o plano secreto que eles nos atribuem. E, finalmente, temos de revelá-lo a nós mesmos e ao mundo inteiro. Esta é a ordem do dia.

Espero que os judeus entendam que chegou o momento para implementar o programa de estímulo que tem sido esperado por milhares de anos, para aplicá-lo a nós mesmos, e, desta forma, dar um exemplo para todos. Devemos transformar-nos em uma “luz para as nações”, como é dito.

Se não fizermos isso, o curso geral das coisas vai pressionar-nos, tanto que, no final, teremos de agir, apesar de tudo.

E, inversamente, se, para começar, os judeus pelo menos descobrirem e saberem por que eles são odiados pelo mundo e qual é seu destino. Isto fará a sua sorte muito mais fácil. Afinal, esse conhecimento em si é uma rudimentar, embora passiva, participação no processo geral, derivada do pensamento da criação.

Mesmo que as pessoas ainda não entendam o seu significado geral, até mesmo um primeiro contato com a verdade, o início de uma familiaridade com o estado real das coisas, pode mudar a situação para melhor. E o próprio contato abre canais para um novo poder e nova gestão do mundo.

Não há acidentes

A principal coisa é explicar a todos os judeus qual é sua missão nesta vida, no mundo, e por que a humanidade exibe tão negativa atitude em relação a eles. A razão é que eles não estão a realizar o seu papel.

Não é por acaso que eles atribuem más intenções a nós e explicam que todos os problemas vêm de nós. Temos de examinar e analisar essas calúnias eternas. Estamos a falar de um fenômeno natural, não se trata de explosões espontâneas, desconexas. Mesmo os povos com quem nós nunca estivemos realmente em contato estão enfrentando esse mesmo sentimento real. Temos que entender que existem fontes e uma base para este fenômeno natural.

A sabedoria da Cabalá descreve os mecanismos internos do que está acontecendo e explica-nos como podemos implementar ativamente o nosso papel.

Primeiro de tudo, as pessoas estão certas em seu ódio em relação a nós. Porque temos realmente desligado a torneira para a abundância que deve entrar em todo o mundo. Claro, eu não estou justificando os inimigos, mas estou dizendo aos judeus: “Venham, vamos implementar o que foi imposto a nós pela própria natureza. Venham, vamos fazer isso o mais rápido possível”.

[151851]

De KabTV “Como Um Maço De Juncos “11/1/15

2 Comentários

  1. SE PUDER MI MANDE UM E-MAIL PARA CONTATO
    PARA CORRESPONDÊNCIA SOBRE A BÍBLIA

  2. É lamentável que ainda possa existir ódio aos Judeus. Para mim um povo admirável pela união e a Fé inquebrantável em Deus.

Comente