A Natureza é Nosso Lar

Pergunta: Será que as estrelas influenciam o destino de uma pessoa?

Resposta: Essa conexão existe. Mas não são as próprias estrelas que influenciam os seres humanos, animais ou plantas; em vez disso, de acordo com as mudanças na posição das estrelas, podemos entender quais mudanças correspondentes estão acontecendo nos níveis do vegetativo e animado. Isso não significa que um influencia o outro, mas de acordo com as mudanças que acontecem nos céus, sobre o nível do inanimado, a que prestamos atenção, decidimos que temos de ser alterados também.

Mas as próprias estrelas não são as causas dessas mudanças. Não está no nível do inanimado. Isto pode permanecer absolutamente escondido a nós. Mas isto influencia as estrelas, plantas e pessoas. Não vemos a verdadeira causa, e assim não temos escolha, a não ser ligar o nosso destino às estrelas.

Assim, a humanidade aprendeu ao longo de toda a sua história, a partir da experiência. Eles prestaram atenção a determinados vegetais que seguiam a lua. Outros seguiam o sol. Havia aqueles que abriam durante o dia e outros que abriam à noite. A partir disto a astrologia nasceu.

A astrologia é baseada na experiência que os seres humanos reuniram. Ao longo de milhares de anos, eles assistiram os fenômenos da natureza, nos céus e sobre a face da terra e descobriram como um dependia do outro, como tudo estava conectado. Eles construíram registros, tabelas e pirâmides na América do Sul e no Egito. Mas tudo isso só ensina sobre a conexão mútua de todas as forças da natureza que os seres humanos descobriram.

Mesmo as pessoas que viveram há 10.000 anos atrás já haviam descoberto que o nosso mundo é global e que todas as coisas estão ligadas umas às outras.  A natureza humana, as plantas que estão ao seu redor, os animais, a natureza e as condições meteorológicas. Tudo está conectado em um único conjunto e em cada parte há sinais de todo o resto das peças, de tal forma é o sistema integrado.

Pergunta: Como é que resulta daqui que, em culturas antigas, essa conexão já era conhecida, mas, porque, desde então, isto não foi desenvolvido e até foi perdido? Não temos a impressão de que os antigos eram mais desenvolvidos do que nós?

Resposta: Os povos antigos eram mais desenvolvidos do que nós e estavam mais perto da natureza. Eles não tinham medo da natureza; em vez disso, eles viviam dentro dela e assim eles a entenderam e a sentiam. Eles entenderam a natureza melhor porque atribuíam tudo o que estava acontecendo com eles a ela. Eles conectavam a vida inteira a ela: A vida da família e seus filhos, a natureza da pessoa, tudo o que acontece dentro da família e da comunidade, o clima, o comportamento dos animais, e o estado dos rendimentos das culturas no campo.

Para eles, este era um mundo único e, a partir desta perspectiva, eles estavam mais avançados do que o homem moderno. Através do desenvolvimento de tecnologias temos nos destacados da natureza e deixamos de respeitar e valorizá-la, senti-la como a nossa casa. Em breve teremos de voltar a esta perspectiva.

[151836]

De KabTV “Uma Vida Nova” do 1/1/15

Comente