Uma Solução Brilhante Para Todos Os Tipos De Problemas

laitman_530Pergunta: Suponha que uma tarefa seja imposta a um grupo de três pessoas. Cada uma tem seus próprios cálculos, conhecimento, tarefa e experiência. Elas podem realizar o trabalho de qualquer jeito, mas também podem criar uma inteligência em grupo. Todo o tempo, ao aumentar as conexões emocionais, elas aumentam sua capacidade de pensar. Existe algum limite para esse processo?

Resposta: Sim. E aqui é muito importante verificar quais são os obstáculos acima dos quais as pessoas se conectam. Se é difícil para elas ficarem mais próximas umas das outras por causa do comportamento desagradável entre os membros do grupo, os conflitos internos e as rejeições, mas, apesar de tudo isso, conseguem se conectar acima disso, então a diferença entre o nível em que o ego está no controle e a altura que se elevam acima dele para alcançar a unidade lhes dá uma intensa conexão emocional.

Pergunta: Assim, para obter uma solução brilhante, eu devo reunir os trabalhadores mais egoístas num único coletivo. O que eles devem fazer para se unir?

Resposta: Ansiar por um único sentimento mútuo. Isso significa que cada um pensa positivamente nos outros, submete e contrai-se, ergue-se acima de seus sentimentos pessoais, e começa a amar o outro como se esse o outro fosse a pessoa mais próxima a ele.

Ele vê no outro a pessoa mais maravilhosa e ideal e quer fazer o bem para ela de qualquer maneira possível. Ao mesmo tempo, ele não oblitera o sentimento de ódio; em vez disso, constrói conscientemente uma conexão de amor acima dele.

Para isso, nós realizamos uma série de encontros especiais onde esclarecemos como cada um deve subir acima de si mesmo, contrair seu ego sem obliterá-lo, mas só contrair sua atividade. É assim que precisamos nos anular, a fim de sermos incluídos nos outros e senti-los como eles são e não como nos parece que são. Eu quero ser incluído com outra pessoa, como se não sentisse nada em relação a ela, nem amor nem ódio. O que ela quer? O que ela ama, o que ela odeia, o que lhe atraí? Quais são as suas tendências, preferências e planos? Eu quero apreciá-la; isso é o principal.

Pergunta: Aprender sobre um colega ou dois no trabalho não é difícil. E se somos dez, isso significa que eu tenho que apreciar cada um deles?

Resposta: É isso mesmo! Cada um se anula para sentir os outros. E no próximo exercício eu não preciso me anular, mas sim me sinto maior do que todos vocês, pronto para satisfazer todos vocês.

Segue-se que para verificar o que falta ao outro, eu devo me reduzir e ser incluído com ele sem o meu ego. Eu devo ser como um sensor indetectável, criando nenhuma interferência. A fim de preenche-lo, eu preciso usar toda a minha capacidade. Isto significa que, na minha capacidade de preencher, eu já sou maior do que todos. Eu não sou o menor no grupo, mas sim o maior. Então eu tenho uma influência positiva sobre eles.

Pergunta: Como é que, graças à atmosfera de boas atitudes entre nós, nós alcançamos as melhores soluções?

Resposta: A ideia não é na atmosfera. A capacidade de construir um novo sentimento integral e uma nova inteligência integral acima da natureza que separa cada um de nós, é isso que importa! Crie algo semelhante à natureza coletiva que me possibilite encontrar uma solução num nível superior ao nível em que cada um de nós se encontra, mesmo que ele seja Einstein.

De KabTV “Uma Nova Vida” 26/01/14

Comente