Eles Já Estão Cansados De Esperar Por Nós No Segundo Andar, Parte 2

Dr. Michael LaitmanA quebra foi de propósito, a fim de permitir que nós preparássemos nossa alma para a revelação da Luz Superior dentro dela. Quando nós tentamos corrigir a quebra e estabelecer relações de amor e doação mútua entre nós, nós descobrimos que não podemos fazer isso.

É bom que não possamos fazer isso por nós mesmos, já que assim ansiamos pela Luz, pela força de doação, que deve nos ajudar. Nós queremos que essa força apareça no meio de nós e nos permita conectar numa rede de doação mútua.

Eu atraio a Luz na medida em que quero doar aos outros e amá-los. Quando a Luz aparece, eu sinto a conexão com os amigos e começo a ver e a senti-los graças à influência da Luz. A Luz nos coloca em diferentes estados com diferentes conexões e, assim, eu posso ver e aprender como o nosso vaso coletivo começa a se conectar e como todos os seus componentes são integrados corretamente pela Luz.

Na verdade, eu não vejo a Luz, mas sinto suas ações que me ajudam a conectar com os amigos. Eu vejo o que está acontecendo na rede das conexões que são reveladas entre nós, e, assim, eu estudo as ações da Luz e começo a compreender e sentir. É dito: “De Suas ações Lhe conheceremos”.

Assim, a rede de conexões entre nós é construída gradualmente na medida em que eu preciso dela. Os amigos me ajudam a ansiar por isso, eu me esforço e por isso atraio a Luz e construo esta rede.

Dentro da rede, nós descobrimos a Luz Superior e como ela nos formata, o que significa que nós a alcançamos de acordo com suas ações. Mas isso também não é suficiente, porque nós temos que subir do amor dos seres criados ao amor do Criador. Assim que chegamos ao amor dos amigos, nós subimos para um nível superior por nosso desejo de ser igual à força que atua na rede de conexões entre nós.

Isso significa que nós não queremos nos assemelhar à conexão real entre nós no primeiro andar, mas à força que opera dentro dela, que se chama segundo andar.

Esta é a forma como são criados três níveis. O primeiro nível é o piso térreo, que é onde estamos durante o período de preparação.

Nós subimos ao primeiro andar quando alcançamos o amor dos amigos. Ele só é chamado de amor dos amigos, mas, na verdade, estes são os meus esforços para construir a rede de conexões entre nós com toda as dez Sefirot, já que toda a criação é composta por dez Sefirot. Então o Criador é revelado nessa rede.

Nós realmente construímos Malchut, a Shechina, que é o lugar onde o Criador pode habitar e ser revelado. Construir tal lugar é chamado de amor dos amigos, nas palavras comuns deste mundo, mas nós devemos entender que se refere à construção dos vasos espirituais, à rede de conexões.

Graças a isso, nós realmente reconstruímos a rede de conexão, corrigimos a quebra e começamos a entender as ações do Criador. Se o Criador não tivesse quebrado essa estrutura, nós nunca teríamos sido capazes de revelá-Lo, mas teríamos sido anjos que estão em seu atributo natural de doação.

Mas já que pedimos a revelação do Criador para que Ele nos conecte após a quebra e nos ajude, vamos, portanto, conhecer Suas ações e atingir “a vantagem da Luz sobre a escuridão”. É assim que podemos imaginar o vaso e a Luz dentro dele porque eles se tornam duas entidades separadas, como um corpo e a Luz que o preenche.

Não devemos pensar que o amor dos amigos é redundante. Passam-se anos antes que uma pessoa comece a entender a importância do amor dos amigos, como resultado da influência de pequenas porções de Luz. Nós podemos aumentar a importância disso por nossas ações um perante o outro. Na verdade, ninguém sente a real importância, o que é ótimo; desta forma, nós reconstruímos a alma quebrada. Então, nós descobrimos a nossa adesão ao Criador dentro dela.

É impossível tratar o Criador melhor do que os amigos! É impossível se conectar a Ele, doar a Ele e amá-Lo mais do que conectar, doar e amar os amigos. Afinal, tudo é determinado pelos vasos.

Todos devem entender que, no final, não há escolha senão se anular perante o grupo, tentar se conectar com todos com todo o seu coração e alma de modo que em vez de sentir a si mesmo, vamos sentir somente todos juntos como um todo.

É porque nós queremos acelerar o nosso desenvolvimento e ajudar-nos a chegar ao estado em que vamos finalmente começar a descobrir o espaço espiritual onde organizamos uma convenção de conexão e nos reunimos para fazer um esforço coletivo para nos conectarmos.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 02/12/14, Escritos do Rabash

Comente