A Força Do Bem E A Força Do Mal, Parte 2

Pergunta: Por que eu preciso deste jogo entre a força do bem e a força do mal? Não seria melhor se houvesse apenas uma força do bem?

Resposta: Devido a este egoísmo, toda a nossa vida está estragada uma vez que ele quer apenas uma coisa, sentir-se bem. Ele não entende que a força do mal deve ser usada da mesma maneira como a força do bem, trazendo ambas para o equilíbrio. Isto é desconfortável para o egoísmo.

Pergunta: O que você quer dizer com o equilíbrio entre as forças do bem e do mal? Eu quero estar em harmonia com o bem, mas como se pode estar em harmonia com o mal?

Resposta: Não pode haver harmonia tanto com o bem ou com o mal. Harmonia existe apenas entre os dois, na sua conexão e em equilíbrio. Portanto, a nossa vida tem que consistir do bem e do mal; caso contrário, não há vida.

Comentário: Mas, imagine como seria maravilhoso no mundo se houvesse apenas uma força do bem!

Resposta: Temos de parar de chamar uma força do mal e a outra do bem. O bem e o mal são conceitos relativos. Você rotula-os de uma maneira e eu classifico-os no caminho oposto.

Há duas forças opostas dadas a nós pela natureza.O que ocorre entre essas duas forças é chamado de vida, existência. Existem rochas, plantas, animais e seres humanos porque eles são criados por uma combinação destas duas forças que equilibram-se, mutuamente, umas às outras. Esta é a natureza.

Nós existimos neste mundo no corpo animal e, portanto, devemos manter este equilíbrio, que a natureza faz qualquer animal obedecer. Além do nível animal, que recebemos devido às nossas mentes e sentimentos humanos, também temos de colocá-lo em equilíbrio, a fim de usá-lo, não no grau animado, mas como seres humanos.

O grau humano implica um equilíbrio completamente diferente entre o bem e o mal. Como um ser humano, eu tenho que me relacionar com o bem e o mal, objetivamente, e reconhecer o seu direito de existir, decidindo o que pode estar entre eles. Assim, eu formo minha visão de mundo, a compreensão de que eu tenho que usar as duas forças em sua interação, em equilíbrio e em correta, mútua conexão.

Para mim, não há o bem e o mal. Ambas as forças, combinadas, uma com a outra, produzem meu bom estado, que é mais avançado, mais elevado. A harmonia entre estas duas forças é transformada em boa para mim. Não é uma ou a outra, mas a conexão entre elas.

Pergunta: Isto é o bem e o mal em suas formas absolutas, em relação ao nosso desenvolvimento. Mas será que eu, uma pessoa comum, percebo este desenvolvimento como bom ou não?

Resposta: Depende da pessoa, seu preparo, educação e percepção do mundo. Um bebê, até que ele cresça a certa idade, não entende nada e segue seu desejo apenas como um animal. Ele, naturalmente, escolhe o que ele gosta e não gosta.

Assim, temos de limitá-lo, porque a partir do nascimento, ele não é um animal, mas um pequeno humano. Um animal tem um programa interno que lhe permite usar corretamente toda a sua força.

O animal não cairia de uma altura, não iria comer algo prejudicial a si mesmo, não faria mal a si mesmo. Mas um bebê pode ferir a si mesmo, e é por isso que ele precisa ser supervisionado. Desde o dia do seu nascimento, temos de começar a educá-lo.

Um animal não requer treinamento. Se um animal jovem é abandonado na floresta, mas há comida ao lado dele, ele será capaz de sobreviver. Ele saberá o que é bom para comer e o que não é, o que deve ser evitado, e por isso vai continuar a viver. Mas um bebê não sobreviverá sozinho. Em todos os momentos, temos que ensinar-lhe o que é bom e o que é mau, e como ele deve usar todas as coisas, a fim de crescer.

Ele não deve crescer apenas fisicamente, embora lhe deva ser dada uma compreensão deste processo. Quando ele cresce um pouco e aprende a viver neste mundo e cuidar de seu corpo, então precisa lhe ser ensinado, mentalmente, internamente, psicologicamente.

Uma compreensão do bem e do mal significa que a criança é capaz de usar essas duas forças que estão ao seu redor, dentro dele, e em outros, mantendo constantemente o equilíbrio com o meio ambiente. Na verdade, a vida é um equilíbrio dentro e em torno de nós. Um pequeno humano deve ser ensinado como atingir o equilíbrio interior e o equilíbrio com o meio ambiente, no nível animal, onde existe o nosso corpo, e também no nível humano da sociedade, em conexão com outras pessoas.

[149276]

De KabTV “Uma Nova Vida” 3/6/14

Material relacionado:
A Força Do Bem E A Força Do Mal, Parte 1
Agradecer Pelo Sofrimento É Superior A Agradecer Pelo Bem?
Perguntas E Respostas

Comente