Em Vez Do Casamento Civil

Comentário: Parece que o nosso próximo nível é servir as pessoas. Há, por exemplo, tantas pessoas solitárias que é realmente terrível. Mas, apesar do fato de que existem tantos sites de namoro online, isto não resulta em pessoas que começam uma família. Tendo acumulado muita experiência trabalhando com grupos, eu vejo a imagem exata de como falar sobre este assunto com as pessoas e como  ensiná-los.

Resposta: Eu não acho que aproximar as pessoas e ajudá-las a começar uma família é a solução para o problema. Estamos em uma fase na história da humanidade em que as pessoas não se vêem ligadas a uma família. Elas se conectam rapidamente, tem filhos e começam a arrepender-se: “O que nós fizemos?! Isso nos limita tanto, é sufocante!”

Estou começando a entendê-los melhor recentemente. O que os está sufocando é o ego que evoluiu para o seu tamanho máximo. Temos que elevar a necessidade de ter uma família, de modo que ela se torne parte de nosso vaso (Kli) espiritual. Só assim seremos capazes de falar sobre casamento. Caso contrário, ele não levará a nada.

Quanto mais avançarmos, mais veremos essa situação. Então, as pessoas começarão uma família apenas quando elas puderem ter certeza que este é o seu caminho para o alto e não porque elas foram subitamente inspiradas no grupo ou em algum workshop. Só quando atingem um certo estado espiritual e crescem espiritualmente elas entenderão o significado de uma família.

A idéia do casamento civil praticamente desaparece e, em seu lugar, haverá famílias espirituais. É a necessidade da criação de uma célula de família que se tornará a razão para começar uma família.

[143070]

Da Convenção Em Sochi 24/8/14, Lição 1

Material Relacionado:
O Colapso Da Instituição Do Casamento
A Carreira De Uma Mulher Bem Sucedida Compromete O Casamento

Comente