A Fusão Dos Desejos

Dr. Michael LaitmanDurante a descida do desejo do ponto da quebra para baixo, ele é dividido em partes cada vez menores que são constantemente misturadas de acordo com a intensidade e o tipo da quebra. Não se trata apenas do Aviut (espessura), mas também depende do nível que pertencia ao Aviut de Keter, Hochma ou Bina.

A correção só começa depois do fim da incorporação de todas as partes quebradas umas nas outras, assim como diferentes legumes, tais como tomate, pepino ou cebola que são colocados num liquidificador e moídos em conjunto. Primeiro, os legumes são cortados em pedaços grandes e depois em pedaços cada vez menores, até que se tornem uma mistura homogênea em que é impossível identificar os diferentes legumes que foram colocados no liquidificador.

No liquidificador há o que costumava ser um tomate, pepino e cebola, mas você não pode vê-los, uma vez que existe apenas uma massa marrom. Agora nós temos que corrigir esta mistura e aumentar todos os seus componentes de baixo para cima. O que devemos fazer? Nós temos que separar os legumes de novo? O que é a incorporação?

De repente, nós entendemos que este liquidificador, a quebra, nos tirou de um estado especial, nos misturou de tal forma que nunca poderíamos ter sido capazes de ser incorporados uns nos outros se tivéssemos permanecido corrigidos.

No estado corrigido inicial, nós estávamos conectados pela Luz que nos criou. Graças à Luz, éramos um tomate, pepino, alho ou cebola. Cada um de nós era outro vegetal e embora estivéssemos todos conectados, ninguém estava incorporada nos outros, porque a Luz Superior nos conectava. Como resultado da quebra, nós chegamos ao estado em que estamos totalmente destruídos, e quer queiramos ou não, estamos todos incorporados uns nos outros. Eu quero o que os outros têm e sinto no meu ego o que eles têm. As conexões altruístas entre nós foram mantidas pela Luz desde o início da criação, mas foram destruídas quando começamos a sentir impulsos egoístas, tais como, “A grama do vizinho é mais verde”, “Que carro grande que ele tem!” “Que belo vestido!”.

É assim que nós começamos a absorver os desejos de cada um. A quebra deixou uma fusão de desejos em cada um de nós. Acontece que a quebra causou algo que não poderíamos ter feito por nós. Ela nos obrigou a ser incorporados um no outro.

Hoje cada pessoa está conectada ao mundo inteiro através de cinco pessoas que ela conheça. Eu não sou sequer consciente de que estou incorporado nos desejos de um esquimó que vive em algum lugar do Ártico, ou de uma pessoa que vive na América do Sul, Austrália ou Índia, porque nunca estive lá. Como isso acontece? Eu não sei, mas é o resultado da quebra.

Nós pensamos que a quebra foi um desastre, mas ela foi essencial para nos levar à correção. Agora que fomos misturados juntos, a única coisa que nos resta a fazer é corrigir a nós mesmos com a ajuda da Luz superior. O que a Luz tem que fazer, a fim de corrigir a nossa mistura de legumes? Será que ela tem que nos separar em um tomate e um pepino de novo? Será que ela tem que nos classificar? Ou talvez ela deva pegar toda essa massa e colá-la num vegetal, num vaso?

A mistura começa a tomar forma de acordo com os níveis de Aviut do desejo sob a influência da Luz Superior. Há partes que pertencem às camadas superiores ou inferiores. Como nós sabemos a qual camada pertence cada um nesta mistura?

Em nosso mundo, há a força da gravidade que constrói algumas camadas de certa maneira e há diferenças entre elas. Na mistura humana também existem diferenças entre as camadas do desejo, embora elas não sejam criadas pela força de gravidade da terra, mas pela força da gravidade desde cima, pela Luz superior.

A Luz Superior entra nos vasos quebrados que ela quebrou. Mas agora ela começa a corrigi-los e reformá-los. A mistura de legumes é feita de desejos quebrados que foram misturados e quebrados infinitamente pela Luz Superior. Agora, a Luz que Reforma chega e todos os componentes aparecem gradualmente de acordo com sua reação à Luz e, assim, eles sentem que têm algo em comum, seja mais perto ou mais longe da Luz e um do outro.

Eles esclarecem se pertencem mais aos tomates e menos aos pepinos, mais à cebola, etc., de acordo com a percepção da Luz e de acordo com o sentimento de sua influência sobre eles. Apesar de terem sido todos misturados, as mudanças começam a acontecer nesta massa.

Há partes especiais entre todos os desejos quebrados: os judeus. No passado, eles atraíram a Luz que Reforma, mas não fizeram jus à sua correção e foram destruídos e caíram. Eles foram a razão para a quebra de todo o desejo e pela mistura. Agora, eles devem ser revelados, o que significa que uma ação especial está acontecendo no mundo de hoje. Nós temos que ver como todo mundo está incorporado em todos os outros. Há dez tribos perdidas entre nós que foram incorporadas na quebra geral. Esta é uma ação muito complexa, variada e profunda, mas nós não a corrigimos simplesmente retornando ao estado inicial, a fim de ter os tomates e os pepinos que estavam lá antes, mas corrigimos todas as camadas juntas e chegamos a uma conexão que é 620 vezes maior. A adesão anterior era pela Luz Superior e agora ela é atingida pela Luz que Reforma de acordo com o pedido do inferior que quer esta adesão.

Se antes a adesão inicial sustentada pelo superior era uma unidade, a nova adesão é de 620 unidades, 620 vezes mais forte, e é tudo graças ao trabalho do inferior.

O inferior pede para permanecer na forma que foi criado após a quebra e só quer corrigir a sua atitude. Portanto, a alma geral é corrigida camada por camada de acordo com o seu despertar; a primeira camada, a segunda e a terceira. De outro modo, não haveria qualquer subida, mas uma simples recuperação dos tomates e pepinos.

Nós queremos manter a incorporação mútua, pois é realmente através da fusão que chegamos a uma adesão mais potente, 620 vezes mais forte, em que todos são incorporados em todos os outros. Portanto, nós temos que ser gratos pela quebra e pela oportunidade de ser incorporados uns nos outros. Os judeus foram misturados com o resto dos babilônios e agora nós podemos finalmente começar a nossa correção coletiva!

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 01/09/14, Talmud Eser Sefirot

Comente