Quando Você Não Sente Gosto Na Espiritualidade…

Dr. Michael LaitmanA Torá, “Levítico” (Metzora), 14: 8: “A pessoa que tem que se purificar lavará as suas vestes, e raspará todo o seu pelo, e se lavará com água; assim será limpa; e depois entrará no acampamento, porém, ficará fora da sua tenda por sete dias”.

Isso fala dos métodos de purificação dos desejos ao se realizar gradualmente um trabalho mais interno.

O pelo ou cabelo (Se’arot) simboliza desejos não realizados de uma pessoa e, portanto, deriva da palavra hebraica “Sauer” (tempestade), ou seja, a pessoa sente uma tempestade interior com a incapacidade de se satisfazer com a doação.

Raspar os cabelos significa livrar-se desses desejos e concordar em não usá-los. Na realidade, estes são os maiores desejos e os impulsos mais fortes que uma pessoa tem.

A Torá, “Levítico” ( Metzora ), 14: 9: “ No sétimo dia raspará todos os seus pelos: o cabelo, a barba, as sobrancelhas e o restante dos pelos. Lavará suas roupas e banhará o corpo com água; então ficará pura”.

Os sete dias de purificação ajudam uma pessoa a se livrar completamente do nível anterior em que seus impulsos egoístas foram revelados.

Ela corrige os desejos egoístas que são deixados por sete dias (sete Sefirot) e quando se purifica deles está pronta para a doação.

Comentário: Nós costumamos examinar a porção da Torá mais detalhadamente…

Resposta: Se nós estivéssemos na realização espiritual, poderíamos falar muito sobre isso. Há, por exemplo, horas intermináveis ​​sobre comida na TV em todos os canais. Estes são os programas mais populares…

Eu me lembro quando o livro Sobre Comida Saborosa e Saudável foi publicado por Stalin. As pessoas estavam com fome e este livro com belas imagens elegantes de pratos foi publicado; as pessoas o compravam e preenchiam um pouco. Foi uma séria campanha de relações públicas antes dos tempos de Hollywood e da América, com suas campanhas publicitárias. Psicologicamente, ela funcionou 150%.

Eu vi algo semelhante a isso não há muito tempo nos EUA, quando visitei a nossa editora. Sua esposa é de origem russa e ela lida com diamantes. Eles publicaram um livro sobre diamantes que tinham uma demanda sem precedentes nos EUA e Canadá, especialmente em lugares onde ninguém jamais tinha visto tais diamantes.

As pessoas que não os têm desfrutam a sensação de vê-los: como tudo brilha e muda de cor, e como eles estão polidos, etc. Para eles é como ter toda essa riqueza. É um grande feito psicológico.

Em outras palavras, nós podemos falar sem parar sobre comida e diamantes, porque sentimos um gosto nisso, o queremos, e sabemos o que é. Veja quantos pratos podem ser preparados a partir dos mesmos materiais. As pessoas têm diferentes gostos e sentimentos, ao passo que quando se trata da espiritualidade não sentem o gosto por enquanto.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 25/02/14

Comente