Oportunidade De Ajudar A Humanidade

Dr. Michael LaitmanPergunta: Quando eu lido com o público em geral, é muito difícil para mim senti-los. Mesmo que o nosso conhecimento sobre estas questões seja vasto, talvez haja uma maneira mais curta, sensorial e psicológica de abordá-los? Minha incapacidade de encontrar conexão com estas pessoas me dói muito.

Resposta: Eu entendo que você não possa descer ao nível da rua. É muito difícil. Muitas vezes, é mais fácil subir do que descer. No entanto, esta fase tem que ser coberta.

Por exemplo, o Baal HaSulam subiu por conta própria, mas para escrever O Estudo das Dez Sefirot, ele pediu ao Criador para abaixá-lo. Em seu artigo “A Profecia“, Baal HaSulam escreveu: “… mesmo que eu desça do meu grau elevado, eu tenho que fazer um apelo sincero ao Criador, que me conceda a realização e o conhecimento da profecia e da sabedoria, e as palavras pelas quais posso ajudar o povo desamparado do mundo, para elevá-los ao mesmo grau de sabedoria e prazer que o meu“.

Rebaixar-se a estas pessoas é muito difícil! É antiespiritual! É contra toda a criação; é difícil mesmo nesta esfera! Um verdadeiro professor que consiga rebaixar-se ao nível de uma criança e falar com ela como igual é um profissional raro e maravilhoso. Normalmente, isso é feito mecanicamente.

Nos workshops, você deve praticar em pensar como as pessoas comuns pensam, senti-las e falar com elas no nível delas. Ao mesmo tempo, isso é muito perigoso. Tente fazer isso com muita precisão e meça a sua capacidade de jogar como se você fosse uma delas.

Você tem que aprender como fazer a transição entre o nosso nível e os graus inferiores. Dinamicamente, você deve alternar entre os vários níveis e estar em diferentes estados: tornar-se como um homem, uma mulher, uma criança, uma pessoa mais ou menos educada ou um ignorante. Você deveria desempenhar estes papéis muito a sério e sentir a reação, necessidades, demandas e opiniões delas.

Ao mesmo tempo, você tem que se manter no seu próprio nível e ainda ser “vestido” à imagem deles. Isso é chamado de “Levush” (vestimenta). Só então você vai estabelecer um bom contato com elas.

Digamos que seu nível permite que você defina os graus das outras pessoas. Como você pode descer do seu nível e fazer contato com elas? Este processo é chamado de uma “descida”, “vestimenta”, é uma manobra pedagogicamente espiritual. Professores utilizam este método inconscientemente. Em nosso sistema, isso deve ser medido com precisão.

Você deve fazer um Zivug de Aka’a (coesão com a Luz) especial; ou seja, você deve se transformar num estado inferior e fazer contato com pessoas comuns, de forma que ambos os estados se mesclem. É um trabalho muito interessante que temos que aprender a fazer. É por isso que somos chamados de “professores da humanidade”.

É muito bom que já tenhamos uma demanda por esse tipo de trabalho. Tente falar sobre estas questões com os outros. Isto é, na verdade, tudo o que O Estudo das Dez Sefirot trata. Todo o nosso trabalho é sobre isso também. Então, ao trabalhar nestes estados entre vocês, você vai começar a senti-los internamente.

Além disso, é interessante, porque quando a pessoa passa por estes estados, quando ela se veste em inúmeros Partzufim novos, ela se torna “redonda” e igual ao mundo do Infinito. Este é o tipo de conexão entre as pessoas através do qual ocorre a união, o amor e a fusão completa.

Da Convenção em Sochi 14/07/14, Lição 4

Comente