O Burro Montado Sobre O Homem

Dr. Michael LaitmanNós estamos começando a ficar desapontados com a ciência moderna. Não importa quantas descobertas a ciência faça, ultimamente nós descobrimos que não somos apoiados por ela.

A ciência tem nos dado uma infinidade de medicamentos, mas, por outro lado, a medicina tornou-se uma indústria global que nem sempre coloca a cura dos doentes como seu objetivo.

A ciência nos possibilitou produzir uma abundância de comida, mas, apesar disso, metade do mundo está desnutrida.

A ciência criou um exército de máquinas prontas para substituir uma pessoa em praticamente todas as áreas da vida, mas milhões de pessoas são forçadas a investir horas de trabalho, às vezes por centavos, e os desempregados, em contrapartida, falta-lhes tudo e eles gradualmente largam a vida.

Nós não estamos bem. Na verdade, todas as realizações atuais estão concluindo algum tipo de ciclo histórico. E hoje, no início do século XXI, ficará claro que este ciclo é apenas para que nós descubramos e entendamos que não é através da ciência, da tecnologia, nem da moderna filosofia de vida que alcançamos uma vida boa e bem sucedida.

Eu não tenho chance de uma boa vida, e mais importante, nós paramos de olhar hipocritamente para nosso próprio fim. Mas, eu não quero simplesmente desaparecer no final da minha vida, eu prefiro descobrir a vida eterna para mim. Mas não. O melhor que posso fazer é ficar menos angustiado agora, usando uma “isca” diferente. Essa é toda nossa vida.

Hoje a humanidade está fazendo um exame de consciência: por que tudo isso está aqui e para quê? Portanto, chegou a hora de revelar a sabedoria da Cabalá. Afinal de contas, só o conhecimento do sistema geral e apenas esta ciência que fala sobre o plano geral e sobre o método para realizá-lo, apenas esta sabedoria realmente vale a pena. E sem a sabedoria da Cabalá, não encontraremos a verdadeira resposta para qualquer pergunta.

Examine atentamente o processo através do qual nós chegamos a isto. Desde Adão, passaram-se 5.774 anos. A espécie humana existe há centenas de milhares de anos. E agora? O que alcançamos com nosso desenvolvimento humano? As pessoas tornaram-se mais felizes, mais seguras? Nós estamos vivendo uma vida melhor neste mundo? Sabemos afinal porque vivemos, ou simplesmente existimos para nos agarrar a esta vida biológica bestial, para que o corpo sofra menos?

Quão miserável uma pessoa está sob o domínio de sua “besta”, sob suas necessidades corporais, servindo-as o tempo todo: agora deixa-a se deitar para dormir, agora o alimento, agora eu a lavo e assim por diante. Isto significa que, ao longo de toda a sua vida, ela está preocupada com sua “besta”, que apesar de tudo, finalmente morrerá.

É por isso que nós vivemos? Todas as nossas sabedorias e recursos pessoais vão para isto? O Adão (homem) em mim vive para isso, para aplacar a “besta”?

Agora, portanto, a pessoa tem a oportunidade de descobrir a sabedoria da Cabalá, e assim ela vai entender o que adquiriu.

Da 5ª parte da Lição Diária de Cabalá 18/08/14, Escritos do Baal HaSulam

Comente