Correção Parcial

Dr. Michael LaitmanA Torá, “Levítico” (Metzora), 15:1 – 15:3: E o Senhor falou a Moisés e a Aarão, dizendo: “Falai aos filhos de Israel, e dizei-lhes: Qualquer homem que tiver fluxo da sua carne, será imundo por causa do seu fluxo. Esta, pois, será a sua imundícia, por causa do seu fluxo; se a sua carne vasa o seu fluxo ou se a sua carne estanca o seu fluxo, esta é a sua imundícia”.

O fato é que antes de chegar ao fim da correção, nós completamos a correção de um único desejo. No sistema integral, há cinco camadas de desejos que são fixas: estágios zero, um, dois, três e quatro. Cada uma delas é incorporada nas outras. É por isso que é impossível corrigir completamente um desejo, enquanto todos os outros permanecem sem correção.

Então, como é que isso funciona? Nós lidamos com a parte de um desejo que se relaciona corretamente a um desejo que já tenha sido corrigido. É uma contínua pulsação “começa-e-para”. Em primeiro lugar, uma parte do desejo é corrigida, depois chega parte de outro desejo. Depois, há uma segunda parte do primeiro desejo, e assim por diante…

É um sistema integral, que nós abordamos passo a passo. Em outras palavras, nós nos aproximamos da integralidade usando o método diferencial. Caso contrário, nada pode ser corrigido. Não somos integrais por natureza. Nós estamos divididos em quadrados, cubos, etc. No entanto, no final, vamos adquirir a forma integral.

Assim, é impraticável fixar até mesmo o mínimo desejo antes de todo o sistema ser corrigido. É por isso que um constante retorno para corrigir os mesmos desejos num nível mais elevado, ou com uma nova qualidade, ocorre em conjunto com o resto da cadeia.

Comentário: Anteriormente, nós discutimos partes não corrigidas em um corpo humano, falamos sobre uma casa. De repente, novamente voltamos ao corpo humano…

Resposta: É porque quando a pessoa sobe para a próxima etapa, ela descobre novos problemas.

Há analogias a isso neste mundo. Por exemplo, quanto mais ferramentas médicas nós inventamos, mais doenças descobrimos, embora pareçamos muito saudáveis antes de começarmos a investigar nossa condição atual, usando novos métodos de diagnóstico. É semelhante à leitura de uma enciclopédia médica. Assim que começamos a virar suas páginas, chegamos imediatamente à conclusão de que seria muito melhor deitar e morrer.

Isto é o que a Torá descreve: voltar para o seu próprio eu, mas num nível mais elevado.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 05/03/14

Comente