Como Transformar Inimigos Em Irmãos Amados

Dr. Michael LaitmanPergunta: Não entendo por que você está dizendo que falta unidade entre o povo de Israel. Acho que nesse momento difícil uma conexão muito boa é feita entre as pessoas: nós sentimos que estamos em um barco. Durante uma guerra, nós nos tornamos receptivos e ajudamos uns aos outros. De que tipo de conexão você está falando?

Resposta: Mas se uma conexão como essa é criada durante a guerra, é baseada não no amor, mas no medo. Nós estamos prontos para ajudar uns aos outros apenas em tempos difíceis, ou seja, não existe amor em nós. Se eu amo alguém, eu sempre quero estar perto dele, ajudando o tempo todo, como o parente mais próximo, como meu filho.

É necessário compreender que através do ódio infundado que nos separa, nós prejudicamos o mundo. E nós podemos ter uma boa influência sobre o mundo através da conexão, como um homem com um coração.

Pergunta: Então, isso significa que há uma conexão entre o ódio infundado que repousa no seio do povo de Israel e o conflito árabe-israelense?

Resposta: Todos os conflitos no mundo são o resultado da separação no seio do povo de Israel, incluindo o conflito atual. Não há nenhum outro mal no mundo além do mal do ego que divide o povo de Israel. Se quisermos corrigir todo o mal que existe no mundo e transformar o mundo em bem, devemos nos conectar, nos aproximar um do outro. Se o povo de Israel está dividido, o mundo inteiro sofre mais.

Portanto, vamos tentar conectar; na verdade, é assim que funciona. Nós somos como uma válvula que regula a influência sobre o mundo. Se nos conectamos mais internamente, uma boa influência começa a passar para o mundo através de nós, e se estamos divididos, o mal vem ao mundo através de nós. O povo de Israel é único; eles são a origem da boa ou da má influência em todo o mundo.

Nós não estamos cumprindo o papel que foi imposto ao nosso povo que foi escrito cerca de milhares de anos atrás, e através da separação entre nós, nós atraímos foguetes sobre nós mesmos. É difícil aceitar isto, mas esta é a lei da natureza. Comece pensando sobre isso e você verá que funciona desta maneira inequívoca.

Não podemos existir se não cumprirmos esta lei e não trouxermos bondade ao mundo através da conexão entre nós. Se nós estamos divididos, o mundo inteiro sofre, inclusive nós.

Não podemos ser como todo mundo e ser como as outras nações. Nós tentamos fazer isso muitas vezes, mas não conseguimos. Nós temos que cumprir nosso papel único.

As nações do mundo culpam Israel por causar mal a todos. Nações que se encontram a milhares de quilômetros de Israel e não têm ligação com a gente declaram isto. E apesar de tudo, elas odeiam Israel, mesmo que nunca tenham visto um judeu e não tenham noção de como se parecem.

Esse antissemitismo é resultado de uma lei da natureza. Nós projetamos a separação, ou seja, o ódio que existe no seio do povo de Israel, para outros povos e causamos seu ódio, crises e conflitos. Eles afirmam que os judeus comandam os bancos, indústria, destruindo o seu ambiente, quase mandando tufões sobre eles, ou seja, que os judeus são culpados por todas as suas angústias.

As nações do mundo sentem interiormente que há um povo que se encontra em todos os lugares do mundo. Ele atua só para seu próprio bem e faz mal aos outros em vez de doar o bem no mundo.

Portanto, o mundo inteiro está por trás do Hamas e o apoia abertamente ou indiretamente, e secretamente espera que ele extermine a nação de Israel de uma vez por todas. E nós mesmos causamos um relacionamento assim através da separação entre o povo, razão pela qual nos tornamos a fonte de todos os problemas.

Quanto mais separados nós somos, nós damos ao mundo um exemplo pior, e ele também se torna dividido. Como resultado, as nações do mundo se sentem piores, e sentem que este mal vem de Israel. Todo o mundo recebe a forma na qual o povo de Israel se encontra. Então, se quisermos que ela seja boa para todos os povos, devemos nos conectar entre nós e alcançar essa harmonia e o amor ao próximo que experimentamos diante do Monte Sinai, como um homem com um coração.

E se nós avançarmos para uma conexão como essa, vamos ver como o mundo inteiro necessariamente começará a ser construído de acordo com o povo de Israel, amando-o e vendo-o como um anjo. E que o Hamas vai se tornar o melhor amigo de Israel, o irmão amado, que se dedica a manter a sua alma. Através do nosso comportamento, nós gerimos a natureza, toda a imagem do mundo. Portanto, compete a nós apenas perceber o nosso papel no mundo, especialmente neste momento, quando o mundo se encontra em uma situação perigosa no limiar da III Guerra Mundial.

De Kab TV “Uma Nova Vida” 22/07/14

Comente