Antissemitismo Como Uma Demanda Por Atenção E Amor

Dr. Michael LaitmanA força da unidade é uma força da natureza que passa por certo processo de mudança. Hoje, esta força afeta a Terra e nos obriga a unir. Todo o sistema deve se tornar integrado, conectado através de todas as suas partes. Além disso, ele deve se tornar global, espalhando por todo o mundo.

Nós devemos alcançar esse estado. Mas, de toda a população mundial, só o povo de Israel já viveu neste estado de unidade e atingiu o equilíbrio com a natureza inanimada, vegetal e animal, e com a força superior geral. O resto da humanidade não teve essa experiência.

Foi o que aconteceu a dois mil anos atrás, quando a nação de Israel, vivendo na terra de Israel, construiu o Primeiro e o Segundo Templos. Nós fomos chamados de povo de Israel por causa da nossa orientação direta ao Criador, Isra-el, Yashar-Kel, direto à unidade, harmonia e amor fraternal um pelo outro.

Hoje o mundo inteiro está sofrendo com a pressão externa da força superior que está se aproximando de nós. Israel não quer essa abordagem, de estar num estado de destruição espiritual, expulso desta força superior, da conexão com o outro.

Portanto, o resto da humanidade sente que Israel não está cumprindo suas obrigações: Israel não passa essa força superior às outras nações, o método da unidade, não é uma Luz para os outros, não os ensina a viver em conexão e unidade. Nós não percebemos que a nossa missão é se tornar “um reino de sacerdotes e uma nação santa”, professores para toda a humanidade.

Inconscientemente, o mundo inteiro está esperando isso de nós. O mundo odeia os judeus, porque eles não trazem o bem para eles e, assim, causam sofrimento. Todas as nações acusam Israel de ser a fonte de todos os males. Desta forma, elas querem dizer que Israel tem a oportunidade de se tornar uma fonte de bem para o mundo, mas não o fazem.

O antissemitismo é a prova de que todas as nações se sentem dependentes de Israel. Imagine que doença grave é isso. Como se você caísse em completa dependência do vizinho que reuniu um relatório completo sobre você e tem a oportunidade de dizer a seus parentes e amigos sobre todos os seus segredos, todos os crimes que você cometeu em sua vida.

Ele mantém este relatório em seu lugar e, gradualmente, revela os fatos a partir dele, trazendo-lhe um sofrimento terrível aqui e ali. E ele faz isso de propósito, como um criminoso inteligente e astuto, não o deixando sozinho nem de dia nem de noite, e atormentando-o dia após dia.

Como você se sentiria nesta situação? Isso pode ser chamado de vida? Sua vida seria pior do que a morte! Ela teria se transformado num sofrimento contínuo, renovado a cada momento em que você não soubesse o que esperar. É assim que as nações do mundo se sentem, e dia após dia esse sentimento está aumentando.

Pergunta: O que faz exatamente o mundo se sentir assim com relação a Israel?

Resposta: A razão é que o povo de Israel não está unido. Nós devemos nos tornar unidos, e depois a força superior unificada irá fluir através de nós e afetar o mundo, trazendo-o à ordem.

Nós trazemos prejuízos ao mundo pela nossa desconexão mútua, já que a força superior do bem não pode fluir para o mundo por causa de nós. Nós não ensinamos o mundo como estar em boas conexões com o outro. O mundo inteiro tem que estar organizado num sistema global: as pessoas têm que se conectar entre si com boas relações e se tornar como um só corpo, um homem com um coração.

O povo de Israel deve definir esse exemplo, mostrar a sua unidade a todos, e ajudar os outros a se unir da mesma forma.

De KabTV “Uma Nova Vida”, 12/08/14

Comente