A Vontade Do Povo Na Era Moderna

Dr. Michael LaitmanAnteriormente, o mundo era governado por reis e senhores que não precisavam da permissão de ninguém. Qualquer coisa que eles dissessem era considerado sagrado.

Depois, os monarcas começaram a ouvir os seus parlamentos; assim, a autocracia foi de certa forma limitada. Mais tarde, os Parlamentos se dividiram em várias câmaras e privaram os monarcas de qualquer poder real.

Finalmente, hoje nós estamos diante de uma situação muito peculiar: os governos estão perdendo sua influência. Autoridades do governo parecem ideais carentes de princípios e escrúpulos. Elas não têm posições, ideais ou metas acima da vida cotidiana.

Por outro lado, é a mídia de massa, que adquiriu uma tremenda influência e formas e manipula opinião social. E hoje as redes sociais virtuais participar deste processo e muitas vezes interceptar a iniciativa da mídia de massa.

Assim, verifica-se que os governos não têm mais poder decisivo. Órgãos governamentais mal lidam com assuntos atuais, executando ostensivamente a vontade de seu povo, uma vontade que é moldada pelos meios de comunicação de massa.

O próximo passo será que as pessoas vão criar as suas próprias plataformas; vão formar o seu próprio nível de compreensão e acordo social. O papel dos meios de comunicação e os governos será apenas o de ouvi-los e, em diferentes graus, implementá-lo.

Portanto, nós devemos espalhar a nossa agenda entre as pessoas em vários países; devemos transmitir a nossa mensagem e explicar-lhes o que significa ser o povo de Israel na terra de Israel. Nós temos que explicar-lhes o que vai acontecer quando atingirmos a unidade.

Quando as pessoas sentirem a deficiência e a necessidade de unidade, e quando entenderem que a unidade é a única salvação de todas as suas apreensões, o público em geral vai exigir de seus governos que ela funcione. Os governos vão ratificar novas leis e lançar novos programas educacionais em creches e escolas que ensinam como cultivar a relação entre as pessoas.

É assim que a mudança global vai acontecer: a vontade do povo vai definir novos progressos.

Pergunta: Se o público em geral tem um papel decisivo, nós teremos como resultado situações incontroláveis, caos e anarquia?

Resposta: Nem um pouco! Não há poder melhor do que este. O poder é necessário para os governantes governarem o seu povo, enquanto que neste caso, o povo já é dirigido e governado pela ideia de unidade. O tempo do individualismo acabou. Nós estamos nos aproximando do fim da correção e é por isso que a opinião pública se torna um fator principal.

Não, não haverá qualquer caos e confusão neste cenário. As pessoas vão se transformar num todo unificado; as suas opiniões serão mais próximas, e o confronto destrutivo que leva a guerras e desastres desaparecerá. As pessoas vão sentir o desejo de se unir e em vez de reis, partidos políticos e facções, haverá um poderoso consenso, uma visão unificada.

Pergunta: Um consenso geral, não é maravilhoso?

Resposta: Nós vamos organizar as coisas de uma maneira que a Luz se espalhe entre nós e nos leve de volta à origem, à unidade. É assim como as pessoas vão se tornar o único governante. Esta é a revelação da força superior em nós, a revelação do Criador na criação.

Pergunta: Mas como exatamente as pessoas vão lidar com vários assuntos?

Resposta: Com a ajuda da força superior, porque a Luz, a força de doação, o poder da unidade, vai se espalhar conectando-as num todo. Então, junto com o poder do amor e da doação que irá preenchê-las, as pessoas vão se fundir com o Criador, a força que as fez e que lhes dá vitalidade.

De KabTV “Os Cabalistas Escrevem”. As Guerras de Israel” 21/07/14

Comente