A Fonte De Força

Dr. Michael LaitmanPergunta: Suponha que eu entendo que para adicionar o sentimento da importância da união num grupo, é necessário um esforço adicional, mas eu não tenho  força para isso. Onde posso encontrá-la?

Resposta: Só com os amigos! Só é possível receber a força se você abaixar a cabeça diante de seus amigos, vê-los como mais importantes, mais fortes e mais compreensíveis, como mais fortemente conectados entre si do que você com eles. Então você pode receber deles alguma coisa.

O grupo tem que ajudar a pessoa para que ela sinta sua atitude simpática e boa para com ela, o amor.

Só nos parece que é impossível obter a força do grupo. Portanto, de seu lado, deve haver um trabalho metódico direcionado a isso, só que este não deve se tornar rotina, pois a rotina devora todas as emoções. No mundo espiritual, não há hábito. Ele desaparece porque lá apenas as mudanças são consideradas, apenas consequências e não velocidade. Portanto, é preciso estar em constante movimento.

Pergunta: Mas a pessoa pode dar o primeiro passo? Ela entende que agora o grupo está em tal estado que ela pode se esforçar. No entanto, ela não tem força para fazer algo para elevar o grupo, para integrar-se nele e subir. O entendimento está lá, mas não a força.

Resposta: Não há energia. Isso significa que não há uma verdadeira necessidade. Algum tipo de distanciamento, apatia, está nos segurando: eu poderia ajudar, mas não acho que seja necessário.

Como a pessoa deve agir num caso como este? Eu conduziria um workshop, sentaria todos num círculo, daria um assunto, e, gradualmente, tentaria introduzir questões especiais que trazem as pessoas um pouco de volta a seus sentidos, as desperta.

Da Convenção em Sochi 14/07/14, Lição 4

Comente