A Arte Do Equilíbrio

Dr. Michael LaitmanPergunta: Qual é a definição absoluta de bem e mal?

Resposta: Bem é equilíbrio, harmonia e integridade entre todas as partes da natureza. Mal é o oposto, a falta de equilíbrio, falta de integridade, erupções de uma das forças, levando a guerras e desastres.

Em outras palavras, o bem sem o mal também não é uma boa situação. Parece evidente que um dia ensolarado é melhor do que um dia chuvoso, mas se isso aumenta a um nível extremo, este calor vai queimar tudo.

Assim, tudo de bom está escondido dentro do equilíbrio. Isso significa que eu tenho que manter o equilíbrio nos três níveis da minha existência: corpóreo (bestial), humano e espiritual. O nível corporal é saúde, economia doméstica, nutrição saudável, sexo saudável, e relacionamentos saudáveis ​​na família. Nó devemos ensinar às pessoas tudo isso porque elas, ao contrário dos animais, não herdam traços como estes instintivamente.

O nível humano é o meu relacionamento com a sociedade, com o ambiente. O nível espiritual é a minha aspiração espiritual: meu objetivo na vida, a minha percepção da realidade, como eu imagino o que é superior. Estes três níveis juntos exigem equilíbrio.

Pergunta: Como a pessoa pode descrever o equilíbrio no nível humano, nas relações com o ambiente?

Resposta: Nós não sentimos uma divisão entre nós, nós pertencemos a uma comunidade unificada, a um corpo humano; nós estamos conectados num único sistema. E entre nós, nós queremos providenciar relações equilibradas de cooperação mútua.

Em última análise, nada nos separa; nós somos um todo único. Nós dependemos uns dos outros e sequer sentimos esta dependência, as respostas para todas as minhas solicitações vêm nesse momento, imediatamente me abastecem com o que está faltando, e de bom grado eu dou aos outros o que eles não têm.

Isso é chamado de equilíbrio na sociedade humana, isto é uma interação recíproca com base em duas forças opostas que existem em todo o mundo. Um por todos e todos por um. Nós temos que alcançar isso.

Pergunta: Então, como vamos fazer isso? Como vamos manter a direção certa para o objetivo?

Resposta: Em primeiro lugar, temos que estudá-la. Se eu tentar organizar a minha vida na família e em outras estruturas como esta, eu vou começar a sentir o equilíbrio, a harmonia, entre nós e o ambiente. E nestas imediações algum tipo de poder compartilhado é revelado, o bom e benevolente.

Por um lado, nós o criamos, mas por outro lado, ele está latente na natureza, está acima de nós. Disto se segue que não criamos o poder em si, mas as condições para a sua descoberta. Então, nós nos conectamos a ele: ele nos preenche e nós o construímos e criamos, mais e mais, até que haja completa harmonia entre nós e essa força. Este é o objetivo, e ele é chamado de “o bem perfeito”.

Pergunta: Isso significa que a minha “bússola” é a boa força que é descoberta em cada conexão e interação entre eu e o ambiente?

Resposta: É precisamente entre nós. Nós somos iguais e, aparentemente, desaparecemos, deixando apenas um desejo, e isso é para manter o equilíbrio de toda a harmonia e unidade.

E de acordo com esse estado geral integral entre nós, eu agora definir o conceito do bem e mal. Eu chamo o equilíbrio de “bem” e a falta de equilíbrio de “mal”.

Eu repito: o mais importante é alcançar o equilíbrio com o ambiente imediato, na conexão de cooperação mútua. Aqui “mais” (positivo) e “menos” (negativo) se encontram, dar e receber, como a troca de materiais; aqui há uma troca de sentimentos e relações que estão sendo realizada. É como no nível inanimado, vegetal e animal, mas já num nível mental e espiritual.

E neste nível, nós desenvolvemos dentro de nós um “sentido” do mal, a capacidade de reconhecer o mal com base numa vara de medição universal: equilíbrio entre as pessoas, amor mútuo, conexão, tudo isso é o bem. E a partida da unidade, o distanciamento dela, é o mal.

Isto é o que deve se tornar a base da educação do ser humano moderno. Isso ocorre porque, basicamente, ele não precisa de nada mais do que isso. Isto irá trazer-lhe sucesso na vida.

De KabTV “Uma Nova Vida” 10/04/14

Comente