A Luz Em Repouso Absoluto

Dr. Michael LaitmanA Luz está em repouso absoluto, pois todas as suas intenções são totalmente voltadas para a convergência, união, conexão e adesão conosco. Em cada segundo, ela realiza bilhões de ações (se pudéssemos expressar isso temporalmente).

A Luz é inalterada de qualquer forma, e seu programa se destina apenas a nos levar ao estado de plenitude. Isso é chamado de repouso.

Se eu só tenho uma intenção, um impulso e uma ação, e nunca mudo isso de forma alguma, isso pode ser alterado sob a influência de algum objeto, dentro do próprio objeto, mas não em minha atitude para com ele.

Em física, por exemplo, qualquer força aplicada a um objeto é constante e muda só o próprio objeto. Considere um campo magnético giratório por bobina de indução. Juntamente com o campo magnético constante, a bobina de indução cria uma corrente elétrica mutável dentro dele.

Vamos dar outro exemplo. Pais amorosos estão prontos para fazer tudo para o seu filho, mas, de repente, lhe batem. Como pode ser isso? Se um estranho vê isso, pensa, “Bárbaros! Alguém deveria chamar a polícia!”. Mas, na verdade, isso é amor.

Nós temos um bom exemplo do Rabash. Quando uma criança grita que quer furar seus olhos com um alfinete, mas os pais não lhe dão esse objeto perigoso, com isso, eles estão exibindo amor e não crueldade.

No entanto, para o receptor, o amor é descoberto numa forma completamente diferente, da mesma forma que nos é revelado em todo o mundo. Tudo é doação do Criador a nós, desde as ações mais terríveis que vemos neste mundo até as ações mais maravilhosas. Tudo isso é o mesmo amor absoluto do Criador.

Nós podemos sentir essas ações sobre nós como um sinal negativo ou positivo, e é isso que é chamado de Ele estar em repouso absoluto. E nós estamos em conformidade com qualquer que seja os Reshimot (reminiscências) que são revelados, e a forma como os realizamos, nós sentimos Sua doação dentro de tal lacuna.

Da Convenção em Sochi 10/06/14, Lição 2

Comente