O Holocausto: As Causas e as Forças Motivadoras

Dr. Michael LaitmanIsrael marca o Dia de Memorial para o Holocausto e o heroísmo dos Judeus Europeus. Durante a nossa discussão, cabe-nos a nós antes de tudo, esclarecer a nós mesmos a ideia geral do que descreve a Sabedoria da Cabala, a evolução do comum Kli de Ein Sof e a sua aparição no nosso mundo. Depois deste Kli ser quebrado em pedaços, ele passou por quebras adicionais aqui, e começou a desenvolver-se em direções opostas depois disso. Este é essencialmente a última etapa na direção á correção que começa na Babilonia.

Embora seja possível começar a contar a partir de Adão, nós agora não estamos a falar sobre o avanço pessoal, apenas sobre o avanço do grupo onde a parte digna de correção é revelada no Kli coletivo, a parte responsável pela correção em si e ao resto das partes. Esta é a lei é derivada do integral, sistema analógico fechado e completamente dependente do seu original dez Sefirot.

Então Abrão construiu o primeiro grupo na Babilónia, e ele tinha a responsabilidade de corrigir o Kli coletivo. Com os restantes Babilónios, ele fez outro tipo de correções, e como resultado disso, várias religiões e crenças nasceram. Ele conduziu o grupo cada vez a maiores conexões E quanto mais ele realizava conexões para o bem das restantes partes, mais ele evoluía.

Este grupo, mais tarde chamado de  Povo de Israel, executou correções quando estava conectado com outras almas, com outras nações que viviam na terra de Canaã, se estivermos a falar em termos físicos sobre conexões espirituais dentro do Kli espiritual. Então, houve o exílio Egípcio. Depois do grupo de Abrão sair, ele começou ativamente a corrigir-se alcançando o nível do primeiro Templo; ele caiu deste nível para o nível do exilio Babilónico, regressando e construindo o nível do segundo Templo, depois do qual eles caíram durante milhares de anos até aos nossos dias.

 

E por isso o grupo de Abrão foi responsável pelo processo de correção no mundo, e este programa de correção consiste em duas partes que determinam o caminho do desenvolvimento para o grupo e para a humanidade. O desenvolvimento do grupo depende do desenvolvimento do mundo. O grupo não existe para si; é inseparável do todo, e portanto todas as correções que ele faz podem ser boas para ele, mas ainda assim não são suficientemente boas para o mundo. Como resultado disto, através da história, o povo de Israel continua a cair e a sofrer desastres.

Os profetas até escreveram sobre isso; foi revelado a Jacób, que simbolizava para nós a correção da linha do meio, que ele encabeça. E assim, a conta do povo de Israel não é sobre si mesmos quer eles gostem ou não; depende de todos eles, e eles todos dependem dela. Isto continuou desde o êxodo da Babilonia até ao presente, e irá continuar até ao fim da correção.

O que eu quero dizer é que nós não podemos ver a situação criada em volta do povo de Israel de uma forma convencional no mundo, Isto porque nós não temos resposta para nenhuma pergunta. O mundo ainda não entende o porquê de ser tão confuso este ponto, que parece aparentemente secundário, mas até ao momento permanece como um osso na garganta. Somente, apenas se revelarmos a imagem de toda a criação, assim como o papel do povo de Israel em relação às nações do mundo e no que diz respeito ao Criador, só então nós iremos ver tudo com uma luza diferente.

Desenvolvimento histórico é derivado do desenvolvimento espiritual que obriga o povo de Israel a desempenhar o seu papel no mundo, para nos corrigir, para trazer Luz para as nações do mundo, e para os liderar. Israel e as nações são como Galgalta ve Eynaim e AHP, um corpo, sobre o qual é dito: (Isaías 56:7) “Porque a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos.” Especificamente a partir deste prisma, cabe-nos a nós ver a história do povo de Israel, e também não esquecer que o Criador é encontrado acima deste coletivo Kli e das nações do mundo com o Seu programa que se refere às duas partes inter-relacionadas. Ele ativa o processo todo, e como Ele reage e compreende que depende de Israel.

Por outro lado, precisamos compreender que não começamos o caminho espiritual com o “pé direito.” O mundo todo quer dizer a alma coletiva, está quebrada; por isso, o cálculo não está feito com um Kli neutro, mas antes com um Kli quebrado. Esta pergunta pode ser questionada: Porque foi, o povo de Israel, forçado a ir para o Egito e a sofrer? Isto é, eles fizeram a correção que lhes foi exigida, eles alcançaram o nível de Abrão, Isaque e Jacó, e fizeram tudo o que era necessário. Então, por que não receberam eles um futuro melhor? Por que abriu um abismo na sua frente e os forçou a fugir mais tarde?

Esta resposta é conhecido para nós; eles careciam do Kelim que precisavam de descobrir. Já sabemos que a forma com que os problemas vêm não faz diferença; cabe-nos a nós transformá-las de modo a que em vez de medo há temor, de modo que a característica de Hasadim ampliar o lugar estreito. É necessário corrigir o que nos chega: o mal, o sofrimento, o exílio, e os golpes, sem questionar o porquê de eles chegarem.

É dito: (Salmos 130:1) “Das profundezas eu chamei por Ti, Ó SENHOR” A pergunta é só: temos o suficiente para levar a cabo todo e qualquer passo de todas as direções para a correção que chegam até nós? Se não, então para nossa grande tristeza, estamos constantemente a absorver golpes, incluindo aqueles para os quais, aparentemente, não são culpados, como aconteceu com o grupo de Jacó, que foi forçado a ir para o Egito. A disputa que levou a isto causou o desenvolvimento coletivo do Kelim “.

E assim nós já compreendemos o processo que eles sempre nos disseram, que o Kelim quebrado era para ser encontrado, ou seja, coisas que eram originalmente desagradáveis. Isso é claro e não há dúvida aqui. A ideia é apenas a forma como corrigir a situação a um bom e útil ritmo. Pode ser que, no início, a minha motivação seja fugir aos problemas, do mal, da dor, das ameaças e perigos, no entanto no fim, eu preciso perceber as correções, por forma a ligar tudo à fonte superior ” e para Lhe dar contentamento. E com isso chega a conclusão da correção. E é desejável expressar prontidão imediatamente, de acordo com “a ultima coisa feita é a primeira considerada.”

Portanto eu devo de organizar o ambiente e estar preparado para as dificuldades desde o início.

Em geral, quando nós começamos o trabalho, temos que entender que, se eu percebo a livre escolha em conjunto com o grupo, então, essencialmente, não pode acontecer que eu sofra. Pelo contrário, eu vejo um chamamento de cima em tudo que me desperta e me incomoda. Certamente no caminho Eu também irei sentir as descidas, no entanto de um modo muito curto, e não de um modo prolongado; estas não são os terríveis transtornos que aconteceram antes. Tudo depende da preparação.

Hoje, o problema do povo de Israel com o Criador penetra em tudo o que é feito e está a desenvolver-se no teatro do nosso mundo. Para agitar estas pessoas, o Criador acorda o Faraó através dos reis do Egito, Espanha, França e Inglaterra ou o que seja. Isto poderia ser Hitler; poderiam ser todos os outros líderes por meio dos quais o Criador desperta um tratamento especial para os Judeus pelo exemplo do exílio Egípcio. E os Judeus devem de responder em conformidade. Mesmo que eles não sejam assim tão maus e tentem fazer alguma coisa, mas mesmo assim as pessoas ainda continuam, e um descoberto um grande Kli que ativa uma pressão adicional.

E assim, a relação entre a GE e AHP depende de vários fatores que são muito difíceis de explicar ao mundo numa tradicional linguagem da abordagem histórica. Tal como é impossível explicar as complexidades das dinâmicas familiares, mesmo às pessoas que entendem e que têm experiência pessoal. Aqui não podem ajudar grandes romances ou histórias, a pessoa deve passar no interior, e então ela vai ver por si mesma como funciona o sistema geral e como está em mudança constante. E as suas partes, que são as nações do mundo, Israel, e o Criador, são um (Israel, a Torá e o Criador são um) estando intimamente ligados. Ela vai ver o programa geral da criação, as três linhas que avançam em direção ao fim da correção, por meio da escada dos níveis espirituais por meio dos círculos e das linhas retas.

Este é um sistema muito complicado, pois é um programa multifacetado em que o interminável Kelim, os desejos, estão mutuamente e integralmente ligados e encontram-se em todos os tipos de mudanças.

Podemos dar apenas explicações parciais e fragmentadas sobre determinados acontecimentos históricos, então nós temos que copiar simplesmente o quadro geral do mapa espiritual, uma vez que é impossível descrevê-los ou aplicar-lhes descrições do mundo físico.

Voltando ao tema do Holocausto, foi revelado numa situação única na Europa, que era o centro cultural do mundo, na nação mais desenvolvida e num país onde viviam uma multitude de Judeus, que haviam investido enormes esforços na cultura, na educação, na economia, e em outras áreas da vida humana. Eles estavam verdadeiramente prontos a juntarem-se a essas pessoas e a assimilarem; no entanto eles depararam-se com uma reação muito violenta daqueles que não tinham visto nenhum problema com os Judeus. Este ódio parecia em grande parte irracional. Os Judeus eram médicos, advogados, engenheiros e cientistas na Alemanha, Áustria e Suíça. Então, porque é que isto aconteceu?

Novamente, existem várias razões para isto. Em primeiro que tudo, o desenvolvimento egoísta do mundo tinha atingido um estado que exigiu o início da correção geral e os Judeus tinham que ser a cabeça. Eles estavam concentrados na Alemanha e tinham um estatuto muito alto, mas eles estavam envolvidos em coisas completamente diferentes. Como resultado, as exigências e os argumentos contra eles do lado da AHP aumentaram grandemente desde que as nações, de acordo com o programa de criação, se sentiam impotentes. Havia outras circunstâncias, por exemplo, Hitler até recebeu dinheiro dos Estados Unidos e foi apoiado no início por um estrato específico da população, incluindo os próprios Judeus.

 

Em geral, é possível afirmar que partes do Kli coletivo estão divididos de um modo particular, e isto foi expresso no nosso mundo. De uma forma ou de outra, a resposta a todas as questões e problemas é simples. Se os Judeus por qualquer razão, dependendo mais ou menos deles, estavam conectados às ideias das gerações anteriores e da presente condição, e tivessem adiado o programa da criação, no qual era suposto eles trazerem a correção a AHP, bem como a todos os níveis da criação inanimado, vegetal, e animal, e elevá-los a todos a Olam Ein Sof (mundo do Infinito), então isto causou-lhes problemas e sofrimento. Também há significado no nível e no tipo de atrasos, não apenas a sua qualidade e forma. Estes critérios mudam constantemente em diferentes níveis, e por conseguinte, a sua manifestação pode ser completamente diferente. No entanto, de facto, de um modo particular e geral, esta é a origem do anti- semitismo. E portanto, é especificamente aqui que é necessário procurar as verdadeiras razões para o Holocausto.

Está escrito: (Salmos 148:6) “Ele fez um decreto, que não será transgredido.” Nós estamos num mundo que é totalmente gerido por um poder, e este poder age de acordo com um programa, a relação entre as Luzes e o Kelim. Na vida normal, há uma infinidade de condições difíceis e terríveis com as quais não podemos e não estamos prontos para concordar ou justificar. E, emocionalmente é impossível para nós concordarmos com o que aconteceu durante o Holocausto.

Se tivesse acontecido a erupção de um vulcão, um tsunami, um meteorito, ou qualquer outro desastre natural, que causasse a morte de dezenas de milhões de pessoas, incluindo seis milhões de Judeus, então nós não chamaríamos a isso de Holocausto, mas chamar-lhe-íamos de desastre mortal. No entanto, na Europa, as pessoas não morreram apenas, elas foram intencionalmente assassinadas apenas por serem Judias. Cabe-nos a nós esclarecer a causa deste fenômeno. E isto é uma investigação completamente diferente. O que eles fizeram de forma incorreta “aos olhos do Criador”, ou seja a partir da perspetiva da lei de criação, o que causou tal atitude para com eles, do lado do meio ambiente? Se nós fizermos esta pergunta, então nós podemos encontrar a resposta.

[104559]
Da 5ª parte da Lição Diária de Cabala 28/04/14, Tópico Escolhido sobre: Dia Memorial do Holocausto

Comente