Nos Braços Da Misericórdia Oculta

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como é possível integrar e conectar esses dois opostos: de um lado, nós estamos pedindo ao Criador para ser revelado, e por outro lado, preferimos trabalhar em ocultação?

Resposta: Eu estou interessado na existência de uma ocultação na qual serei capaz de descobrir o Criador. Eu aceito esta ocultação como a condição correta, embora me sinta mal que sou impotente e em ponto de exaustão. Meu desejo de receber não corre atrás de prazeres, pois ele não os sente, devido à ocultação.

Basicamente, o que é a ocultação? A ocultação é a descoberta da Luz de Hassadim. Não há lugar vazio desprovido do Criador, há a descoberta de Sua misericórdia, a qual eu não entendo e não quero, e assim eu os considero como ocultação, como escuridão.

Em torno de mim, tudo está repleto de Luz, mas eu não sinto isso porque esta é a Luz de doação. Então, em vez de amor, em vez de um relacionamento agradável e bom, eu descubro e vejo relações ruins, pressões problemáticas de todos os lados, inimigos e delatores.

Isso tudo é revelado porque meus desejos ainda não estão corrigidos. Esta é a misericórdia, mas ela está em ocultação! Se eu me corrigir, vou ver a misericórdia revelada.

Até então, eu não vejo nenhuma misericórdia e devo acreditar acima da razão que o Criador está agora me enviando meios para descobri-Lo. Não há nada pior do que o vazio que um estado morto. Ele não me dá qualquer possibilidade de despertar.

Porém, no momento em que eu começo a descobrir e a sentir que os problemas estão aparecendo e me pressionam de todos os lados, isso já é misericórdia. Só me falta a minha própria Luz de Hassadim, a sua Luz refletida, para descobrir esta misericórdia do Criador.

Portanto, não há nada pior do que quando a apatia nos domina e não nos deixa fazer nada. Este estado também é dado de Cima para nos ensinar que até mesmo a pior ação ainda é preferível a toda essa indiferença. Nós não estamos preparados para lutar com a indiferença.

Todo o nosso trabalho é ver e sentir a cada momento como somos despertos, aparentemente, pelas coisas negativas que sentimos. Mas, apesar de tudo, nós precisamos ver a verdadeira Luz Superior dentro da Luz refletida que criamos. Nós estamos na Luz do Infinito, e no momento em que a característica de doação é ativada dentro de nós, toda a ocultação se dissipa imediatamente.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabalá 02/05/14, Escritos do Rabash

Comente