Garantir O Bem Estar Do Amigo

Baal HaSulam, O Arvut (Garantia Mútua): Todos de Israel são responsáveis ​​uns pelos outros.

(Sanhedrin, 27b, Shavuot 39): Isto se refere ao Arvut (Garantia Mútua), quando todos em Israel tornaram-se responsáveis pelo outro. Porque a Torá não foi dada a eles antes que fosse perguntado a todos de Israel se eles concordavam em tomar para si a Mitzva (mandamento) de amar os outros na medida plena, expressa nas palavras: “Ama o teu amigo como a ti mesmo”.  Isto significa que todos em Israel tomariam para si cuidar e trabalhar por cada membro da nação, e satisfazer todas as suas necessidades, não menos do que a medida impressa nele, de cuidar de suas próprias necessidades.

Pergunta: Como é possível garantir que não falte a um amigo algo que ele precise?

Resposta: O grupo se une e se conecta de acordo com as condições espirituais que devem existir entre os amigos. Eles precisam se preocupar que cada amigo tenha tudo o que for necessário, o que não é “nem condenado, nem louvado”, e isso deve ser para todos.

E depois há o mínimo necessário, pois cada amigo deve ter a oportunidade de investir suas forças ao máximo para alcançar o propósito de sua vida junto com o grupo.

Os ativos físicos devem ser tais que sejam necessários para a existência e não menos. Desde os dias dos sábios do Talmude, a exigência de atormentar o corpo e de austeridades foi abolida. Por isso, é proibido nos limitarmos intencionalmente para que o corpo sofra.

Todo mundo precisa organizar a sua vida neste mundo, a fim de existir de acordo com as normas aceitas em nosso tempo. O grupo deve se preocupar com isso. Certamente um amigo não pode cair nas mãos dos amigos e esperar que o grupo cuide dele.

Mas se um amigo tenta por si mesmo, então é necessário ajudá-lo a atingir o nível necessário exigido para a existência. Então, ele deve investir todo o resto de suas forças na nossa conexão, a fim de revelar o Criador nesta conexão entre nós.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabalá 05/04/14, Palestra sobre a Unificação da Nação

Comente