Dois Cenários Do Êxodo Do Egito

Dr. Michael LaitmanPergunta: Quando eu ouvi sobre o êxodo do Egito alguns anos atrás, imaginei que sairíamos logo do Egito. Mas agora sinto que estou muito longe de nascer, e parece que ainda não alcancei o estado de embrião. Em que devo me concentrar?

Resposta: Como você imaginou este êxodo? Como adoráveis desenhos de seus sucessos. Você pensou que iria sair do Egito e tornar-se forte, gerenciar tudo e descobrir todos os segredos, todas as informações e sentimentos, e seria capaz de entender, sentir e se tornar todo-poderoso, eterno e inteiro. É como você imaginava o seu êxodo do ego.

Mas agora você é forçado a concordar que o êxodo do Egito simboliza o oposto. Antes você o avaliava egoisticamente, mas, na verdade, o êxodo do Egito simboliza que eu não tenho nada e que não quero nada! Eu só quero me conectar com todo mundo, a fim de doar tudo a todos.

Eu quero sair de mim, me derramar em todos para me conectar com eles e cuidar deles como uma mãe que cuida de seus bebês, sem qualquer benefício próprio, sem qualquer lucro. A principal coisa é que serei capaz de ter o desejo de tomar conta deles, o que significa assemelhar-me com o Criador.

Isto é o que eu quero e isto é o que eu chamo de êxodo do Egito. Isto é o que eu vejo como minha redenção: receber um desejo e a capacidade de me parecer com o Criador através disso. Eu quero assemelhar-me ao Criador não pelo meu próprio bem, porque vejo o meu lucro só nisso, mas para poder doar de forma absoluta e não sentir nada para mim mesmo.

Não sentir para mim mesmo também pode ser recompensador. Se eu agora sofro por não sentir a mim mesmo, então eu também me livro da dor. Isso significa que qualquer condição de sair de mim mesmo para a doação pode ser interpretada como benéfico para o ego.

Mas se nós também operamos no que diz respeito ao grupo, então tudo se torna mais simples e real. Eu só preciso desejar me conectar com todos a fim de servi-los, cuidar deles e dar-lhes tudo o que eles precisam, fornecendo-lhes todas as suas necessidades corporais e espirituais.

Na corporeidade, nós temos que ajudar dentro dos limites da necessidade, enquanto na espiritualidade é até o fim da correção. Isto é redenção para mim, já que é assim que o Criador trata os seres criados. Hoje você está mais perto do que antes, e toda a diferença é feita pela Luz.

A história do êxodo do Egito descreve os estágios avançados antes do verdadeiro êxodo como muito rápidos. Primeiro, a história se desenvolve muito lentamente: sete anos de saciedade parecem muito longos com todos os detalhes.

Mas as últimas fases são restritas e concentradas; na verdade, você está nelas agora. É possível comprimi-las para agir imediatamente uma após a outra e então rapidamente sair. Sair do Egito, perfurando a Machsom (barreira), como nós uma vez gritamos, significa continuar ansiando pela conexão, pelo serviço mútuo dentro do grupo.

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 13/04/14, O Zohar

Comente