Com Fé No Mérito

Dr. Michael LaitmanPergunta: Qual deve ser a nossa intenção quando lemos O Livro do Zohar?

Resposta: Quando nós estudamos diferentes fontes, nós discutimos os nossos desejos, problemas, sucessos e fracassos. Agora nós começamos a ler O Livro do Zohar para descobrir todas as nossas deficiências: as que sentimos e as que não sentimos, o consciente e o inconsciente, o exposto e o esquecido. Nós queremos corrigir tudo isso.

O que é uma correção? Nós realmente não compreendemos os outros e estamos bastante confusos. De onde a correção deveria vir? Nós não sabemos e ela está oculta de nós. Por isso, é chamada de mérito.

Nós simplesmente pedimos a correção e pronto! Quando isso acontecer, nós veremos o que ela significa. Mas nós já podemos pedir, como um bebê cuja mãe entende quando ele chora e lhe dá o que ele quer ou precisa; embora ele não possa expressar o seu pedido por uma palavra sequer, ela entende o que ele precisa por sua voz.

É o mesmo com os animais. Em geral, em todos os níveis, o nível inferior não sabe e não pode compreender o nível superior. O pedido do inferior não é realista e é, certamente, incorreto no que diz respeito ao superior. Mas a diferença entre os níveis compensa esta falha e a corrige.

Portanto, não faz diferença se o nosso pedido não é claro e não é expressado corretamente. Ele ainda é aceito. Sempre haverá uma lacuna entre o superior e o inferior, o qual não pode pedir o que o superior tem. Se nós tivéssemos os desejos do superior, já estaríamos em Seu lugar.

Eu tenho os meus próprios desejos e só preciso pedir para receber. O pedido do inferior ao superior é compatível com as habilidades do inferior, e a resposta do superior é compatível com as do superior. A diferença entre eles é chamada mérito.

É impossível sentir a influência do mérito diretamente. Uma pessoa executa muitas ações: trabalha no grupo, na disseminação, na cozinha, prepara a sala para a aula, e é claro para ela que ela investe suas seus próprias forças aqui. Mas quando ela simplesmente senta e ouve o que é lido, parece que nada acontece.

Aqui nós temos a fé nos sábios, segundo a qual não existe uma fonte de Luz mais forte do que O Livro do Zohar. Nós não a vemos nem sentimos, mas é real. Nós simplesmente temos que continuar a lê-lo, mesmo meia hora por dia, e ele funciona. Deixe a Luz agir em você.

Nós só vemos os resultados em nossos desejos, mas não sabemos como a Luz funciona. É como a eletricidade que nós realmente não sabemos, mas se conectarmos diferentes aparelhos a ela: um motor, uma lâmpada, ou um dispositivo de medição, veremos que existe eletricidade circulando na rede. Mas ela é invisível em si mesma, e nós a descobrimos apenas por suas ações. Por isso, é chamada de força que atua na criatura que é gerida por esta força.

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 02/05/14, O Livro do Zohar

Comente