Celebremos E Cantemos Com Alegria

Dr. Michael LaitmanSalmo 95:1-2: “Vinde, cantemos ao SENHOR; jubilemos à rocha da nossa salvação.

Apresentemo-nos ante a sua face com louvores, e celebremo-lo com salmos“.

Em cada geração, ou seja, em cada estado, é necessário levantar-se de novo, para tomar o coração e continuar avançando em direção à força superior. Apesar do desespero que se faz sentir nos Kelim de recepção, nós devemos descobrir em nossa correção, no poder de doação, que o Criador é bom e benevolente.

E no momento em que avançamos na esquerda, que por enquanto é chamada por nós de peso no coração, nós nos sentimos mal e imediatamente afundamos neste sentimento. Em vez disso, nós temos que subir acima dele especificamente graças a essa emoção desagradável no desejo de receber, a falta de elevação, a falta de espírito, a falta de energia e a importância da meta.

Mas, em vez disso, nós caímos sob o controle do desespero, da fadiga e da ocultação, e nos submetemos a esse inimigo, o nosso desejo de receber. Ele nos enfraquece, subjuga, e derruba, de modo que não estamos prontos para sair deste lugar e somos humilhados. Aqui nós temos que nos levantar, como o rei Davi diz neste Salmo. Rei Davi é Malchut que se eleva apenas e somente porque reúne todas as suas partes.

Portanto, nós temos que organizar um ambiente para nós que nos apoie durante um momento de fraqueza, assim como compramos um plano de seguro em caso de algum dano que não podemos cobrir.

De repente pode haver um acidente de carro e eu tenha que pagar R$ 10.000 para consertar o carro. Onde vou conseguir essa quantia? Mas se todos nós juntos reunirmos R$ 30 por mês, porque um acidente como este não acontece com todo mundo, então teremos dinheiro para pagar o conserto se algo assim acontecer com um de nós.

A mesma coisa também é relevante para o avanço espiritual. E nós não temos apenas o fato de que coletamos de todos os amigos. Todo mundo cai durante o seu tempo particular, por isso não é apenas o total acumulado pelos amigos, mas muito mais. Porque naquele momento, isso é reunido e fortalecido.

Mas nós não usamos isso; pelo contrário, nós rebaixamos um ao outro. Quando vemos que um amigo está enfraquecido, devemos elevá-lo, como o rei Davi escreveu: “Vinde, cantemos ao Senhor; jubilemos à rocha da nossa salvação”. A subida começa a partir disso.

Mas se um reservatório de forças não é preparado no grupo, ele não tem chance de avançar pelo caminho do “eu vou apressá-lo” (Achishena).

Da Preparação para a Lição Diária de Cabalá 21/05/14

Comente