A Ocupação Mais Útil

Pergunta: Na sociedade do futuro, como é que as pessoas se comportarão, quem não têm a força e perseverança para atingir o objetivo? Hoje elas nem sequer têm o poder de tentar fazer alguma coisa por si mesmas. Como elas tentarão fazer isso para os outros?

Resposta: Essas pessoas terão a força de servir a sociedade e usarão a força para o benefício da sociedade; elas sentirão imensa satisfação com isso. Hoje elas mal se movem porque a sociedade não as alimenta com força, não as agradece, não expressa apreciação, não as desperta, isso não as aquece ou agita. A sociedade simplesmente não presta atenção a elas.

Se eles começassem a despertar a pessoa, então todos poderiam investir muita energia no trabalho. Se esta é uma pessoa e não um animal, então é sempre possível inflamá-la pela inveja, luxúria e honra. É necessário apenas usar essas ferramentas com sabedoria. Em última análise, todos anseiam dar à sociedade, tanto quanto possível.

Pergunta: Mas o que há para fazer, se eu não sou assim? Eu não anseio dar à sociedade.

Resposta: Ninguém anseia por isso hoje, e não apenas você! Cem por cento das pessoas são assim, como você. Ninguém nasce com o desejo de dar a um estranho. Somente as pessoas malucas podem fazer isto.

Mas precisamos mostrar exemplos do método que permite a uma pessoa descobrir a consciência de que ela vai beneficiar-se mil vezes mais de sua conexão com os outros. Ninguém é obrigado a sacrificar-se em prol da sociedade. Se nós lhe damos a possibilidade de investir em um negócio rentável: por mais que você investir, você vai receber milhares de vezes mais. Vale à pena investir ou não? Certamente, vale à pena!

Este é um cálculo egoísta. Ninguém convida você apenas a amar e sacrificar-se pelos outros. É necessário apenas entender que há uma força especial contida na conexão. Conectar-se e unir-se para o bem de todos, em seguida, na medida de seu investimento, cada um começará a receber juros, lucros e vai ganhar muito. Você recebe ambas: satisfação material e espiritual.

Pergunta: De que maneira é esta satisfação diferente da satisfação que um violinista recebe de seu concerto hoje?

Resposta: A sua satisfação atual é muito limitada: um pouco de dinheiro e um pouco de respeito, isso é tudo. Ela vem somente das pessoas, de quanto elas batem palmas e se sentem felizes, de alguma crítica positiva que está escrito depois no jornal.

Se você dá a sociedade, com isto você começa a ver o mundo de Cima, sua eternidade, sua integridade, sua maior harmonia e você não está muito feliz em ganhar outro milhão, tendo a audiência de milhares de pessoas aplaudindo e gritando “bravo” para você. Você entra em um nível mais alto, um novo mundo.

É impossível transmitir em palavras a essência dessa recompensa; nisto está toda a diferença entre uma pessoa e um animal. Agora, você está recebendo satisfação bestial, mas se você servir à sociedade, você vai se tornar um homem.

Da KabTV “Uma Nova Vida” 29/04/14

 

Comente