Um Indivíduo É Inútil Sem Os Outros!

Dr. Michael LaitmanQuando eu penso no grupo não vejo pessoas específicas e não me lembro de rostos ou nomes. Isto é especialmente verdadeiro, uma vez que as pessoas mudam muito, não externamente, mas internamente. Portanto, eu não vejo pessoas individuais, mas o desejo geral do grupo ao qual tem que ser dado uma forma que seja tão real quanto possível.

Portanto, nós não pensamos em amigos específicos, mas em todo o grupo, que eu já adicionei numa soma integral. Indivíduos permanecem no lado esquerdo da fórmula, sob a integral, enquanto eu já penso no lado direito da fórmula, em seu resultado, e isso é onde eu começo a trabalhar.

Comentário: Mas esta generalização parece ser um conceito abstrato.

Resposta: Não é um conceito abstrato, mas vivo! Este conceito geral de grupo é realmente cheio de vida, enquanto cada indivíduo está morto. É como as partículas elementares, os átomos, que começam a se conectar por uma força superior que não está entre eles. De repente esses átomos se transformam em algo que está vivo, e de repente um processo de metabolismo começa entre eles, o que significa que a vida é formada!

Uma célula recebe de outra, absorve as coisas que precisa e excreta os materiais que são ruins para a conexão entre elas. Elas começam a buscar fora tudo o que é bom para a conexão e ajuda-as a se conectar. Tudo isto decorre da conexão, sem a qual estariam mortas, inanimadas, meras partículas: elétrons, prótons, nêutrons, íons, etc! Estas são apenas as partículas elementares em que não há vida, e de repente, pela conexão entre si, elas atingem uma forma tão desenvolvida.

Então, uma sensação interna e externa começa a se desenvolver por conexões que são cada vez mais complexas. A conexão entre os órgãos leva a uma complexa combinação incomum porque cada um está pronto para assumir um papel especial no que diz respeito aos outros e não se preocupar com mais nada. O fígado, por exemplo, limpa o sangue que o coração bombeia e transmite para os outros órgãos; porém, o que pode fazer o fígado sem o coração ou o coração sem o fígado? Todos esses órgãos alcançam uma conexão fiel entre si onde cada um está pronto para sacrificar sua vida para o bem dos outros.

O corpo não seria capaz de funcionar sem um dos principais órgãos, sem os pulmões, o fígado, o coração, os rins ou o cérebro. Um é inútil sem os outros. Veja quão próximos eles se tornaram, prontos para sacrificar sua vida pelo outro e não se preocupam com isso. Cada um se preocupa apenas com a missão que lhe foi dada e é 100% responsável por todos os outros. Isso é chamado de garantia mútua.

Antes disso, não há nenhum corpo. Portanto, o conceito geral de grupo não é um conceito abstrato, mas sim a única coisa que vive e existe!

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 10/03/14, Escritos do Baal HaSulam

Comente