Rumo Ao Mundo Do Amor

Dr. Michael LaitmanA Torá, “Êxodo” (Ki Tissa), 34:1-34:3: Então disse o Senhor a Moisés: “Lavra duas tábuas de pedra, como as primeiras; e eu escreverei nas tábuas as mesmas palavras que estavam nas primeiras tábuas, que tu quebraste. E prepara-te para amanhã, para que subas pela manhã ao monte Sinai, e ali te põe diante de Mim no cume do monte. E ninguém suba contigo, e também ninguém apareça em todo o monte; nem ovelhas nem bois se apascentem defronte do monte”.

Todos os atributos, com exceção do atributo de Moisés na pessoa, não podem se aproximar do atributo de amor e doação absoluta chamado Criador. Somente esses atributos numa pessoa podem receber a Torá.

As tábuas são a passagem do atributo de um nível superior para um nível inferior. A passagem das tábuas simboliza o estado do fluxo da Luz, da informação, o poder, a informação entre os dois Partzufim. Em outras palavras, uma tábua é uma carga de energia superior, informação e conhecimento superior, e, principalmente, uma carga do atributo espiritual. Então, Moisés prepara as tábuas e o Criador lhes traz à vida.

As primeiras tábuas foram divididas no 9o de Av, e agora nós falamos sobre as segundas tábuas que aparecem no dia do juízo (Yom Kippur). Todos os eventos ocorrem no Monte Sinai, ou seja, no estado de ascensão acima do ego, acima do ódio. Afinal, sentir repulsa dos outros, sentir que os outros são opostos a nós, é o nosso principal atributo. Não precisar chamar isso de ódio, é claro, porque ele é dividido e muda, mas o ódio continua. Em geral, tudo deriva deste atributo.

Nosso mundo é o ódio total e o mundo espiritual é amor, e não há nada mais do que isso! Assim, quando subimos acima do ódio, chegamos ao amor.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 16/09/13

Comente