O Trabalho No Exílio Do Egito

Dr. Michael LaitmanPergunta: Diz-se que o amor foi revelado no exílio do Egito. Que correção é realizada no Egito?

Resposta: Existem muitas correções lá: a separação de Jacó, a separação de José, a conexão com Moisés, tudo isso é acima do desejo de receber que cresce constantemente; o fim dos sete anos de fome e as pragas do Egito são todos discernimentos interiores, porque são a preparação do vaso. Diz-se que toda a diferença entre o exílio e a redenção é a letra Aleph, na revelação da Luz, a revelação do Criador. No exílio você tem que descobrir até que ponto você sente falta do Criador, porque sem Ele você não pode se conectar com outras as pessoas.

Somente quando você acumula e reúne todos esses desejos, paixões, a tristeza por não ser capaz de revelar o Criador, o que significa o atributo de doação entre os amigos, quando você se arrepende por não poder se conectar com eles e ainda fazer um esforço para descobrir o amor, a conexão, sem qualquer conta pessoal, e não pode fazê-lo; você chega às dez pragas do Egito pelas quais você já se desprende da presença do Faraó. Antes disso você não poderia se separar dele.

Moisés em você está pronto para fazer isso, mas o povo de Israel não está. Até o último momento seus desejos só ouvem que eles devem sair do Egito, que devem se preparar, que estes desejos corruptos receberão golpes, e que os desejos que são voltados ao Criador poderão divergir. É um trabalho muito difícil, mas isso não deve nos impedir, uma vez que este é o trabalho no Egito. Caso contrário, não vamos chegar à redenção. Não seremos recompensados com a ajuda do Criador, cuja “mão forte vai tirar os israelitas do Egito”, até chegarmos ao fim do nosso esforço, tentando superar todos os problemas, falhas e a sensação de peso.

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 26/03/14, O Zohar

Comente