Nove Etapas No Caminho Para A Unidade, Ponto 8

Dr. Michael LaitmanEm Preparação para a Convenção Integral

O Bom Futuro do Mundo

A realidade em que nos encontramos é retratada sob a influência da Luz sobre o desejo. Nós podemos mudar a relação entre a Luz e o desejo, consciente ou inconscientemente, consistentemente, em etapas, inteligentemente, com os nossos próprios poderes, através de um trabalho compartilhado, ou como se por acaso, como está escrito: “O Senhor cumprirá o seu propósito para comigo” (Salmos 138:8).

No entanto, em todas as circunstâncias, a realidade que percebemos, tanto a física como a espiritual, é retratada por meio da ação da Luz sobre o desejo. E quando alcançamos a equivalência da Luz e do desejo, complementando-os, fazendo a paz entre eles, nós trazemos paz para o mundo inteiro.

Por isso, mesmo as pessoas sem um ponto no coração que não estão preparadas para criar uma conexão entre a Luz e o Kli e igualar sua forma por meio da Masach e Ohr Hozer, veem o mundo de forma diferente. Elas não o veem como o mundo espiritual, porque não existem componentes espirituais para suas sensibilidades. No entanto, uma vez que também aspiram à unidade através de vários desejos, seja falando de um desejo por dinheiro, segurança, educação, honra ou controle, elas serão liberadas de todos os problemas em suas vidas.

Claro que, gradualmente outros problemas serão descobertos, a fim de avançá-las ainda mais, mas elas vão ver que o mundo está chegando mais perto do bem o tempo todo. E este já é o bom caminho, o caminho da Torá, e não o caminho do sofrimento. Como resultado da unidade proveniente da influência inconsciente da Luz sobre elas, elas vão ver as mudanças para melhor. Elas vão descobrir o sistema operacional da realidade, ou seja, vão sentir que, graças às boas relações entre elas, o mundo está mudando, mudando sua percepção, sua reação interna ao que está acontecendo.

Será que elas vão ser mais saudáveis? Sim. Será que vão descobrir outros fenômenos positivos? Sim. Haverá menos desastres naturais? Sim. Nós ainda vamos ver como uma pessoa vai ativar as forças internas conectadas à natureza do inanimado, vegetal e animal.

Cabe a nós entender que temos a arma mais forte que pode existir. Todas as forças da natureza são para nós, e até mesmo o Criador, na verdade, quer dizer-nos: “Por favor, usem-Me. Tudo está em suas mãos”.

Quando nós trouxermos a paz para o mundo, as pessoas vão estar envolvidas apenas numa conexão circular. Talvez parte delas trabalhe cerca de uma hora por dia, e com o resto do tempo, todo mundo vai estar envolvido com pensamentos sobre como assemelhar-se ao Criador e sentir prazer em fazê-lo.

Nós ainda não entendemos como isso pode ser, mas é assim que vai ser. Isso vai se tornar o centro da vida. Além das necessidades, as pessoas vão se envolver apenas com a conexão com os outros, em levar a conexão entre eles a uma maior profundidade, maior sensibilidade, até que o corpo físico e o mundo material sejam descobertos como imaginários.

Outro mundo começará a se desdobrar, conexões para além deste mundo vão ser descobertas, e nós vamos ver que todas essas “teias de aranha” são interdependentes. Como resultado, as pessoas vão começar a entender a sabedoria, o pensamento da criação que está latente em todas as suas partes. Isso é chamado de o brilho da Divindade, a revelação da Divindade, ou seja, tudo respira, uma coisa depende da outra.

Preparação para a Convenção Integral, Nove Etapas no Caminho para a Unidade, Ponto 8

Comente